k
OPS... USE SEU CELULAR NA VERTICAL PARA UMA MELHOR NAVEGAÇÃO
FECHAR x
Você está lendo:
Saiba mais sobre arte erótica com Paulo Vicelli
m
MENU
s
BUSCA
GOSTOU?
+1
COMPARTILHAR
VER COMENTÁRIOS / COMENTAR
m
MENU

Saiba mais sobre arte erótica com Paulo Vicelli

18/03/21 #GEnaResenha | Por Nelize Dezzen

Paulo Vicelli é diretor institucional da Pinacoteca de São Paulo

O que chamamos de maneira simplista de “arte erótica” sempre fez parte do interesse dos artistas e do público.

Natural portanto, que representações de órgãos sexuais, atos sexuais, corpos sedutores e gestos sensuais sempre fizeram parte da história da arte e quando digo sempre, é sempre mesmo….desde aos povos pré-históricos até os dias de hoje.

De bate pronto, lembramos dos desenhos eróticos nos vasos gregos, nos murais de Pompéia e na sequência de posições do Kama Sutra, esculpida nos templos de Khajuraho, India.

Tão antiga quanto e bem mais perto do Brasil, existiu a civilização Moche ou Mochica, que entre 100 a.C e 800 d.C ocupou a região norte do Peru e registrou em cerâmicas bem elaboradas, aspectos do seu dia-a-dia como a caça, as lutas, os animais e, claro, os prazeres sexuais.

Detalhe curioso é que para esse povo, o ato sexual era mais comum via sexo anal, deixando o vaginal para fins reprodutivos. Foram encontrados diversos vasos, canecas e potes com cenas representando sexo oral, grupal, hétero e homossexuais. Viva os mochicas!

Legendas das fotos:
1 – Garrafa cerimonial do povo moche. Foto @scala.regia


2 – Mosaico de Pompéia


3 – Vaso grego 530 a.C

4 – Detalhe de um dos templos de Khajuraho


Todas as fotos foram retirados da internet. Se você é o autor, por favor, entre em contato para os créditos devidos”

QUEM ESCREVE
Nelize Dezzen
| Team GE
COMPARTILHAR
GOSTOU?
+1
COMENTÁRIOS
ESCOLHA SUA PLATAFORMA DE COMENTÁRIOS FAVORITA
>
PRÓXIMA HISTÓRIA
<
HISTÓRIA ANTERIOR
j
Voltar ao Topo