k
OPS... USE SEU CELULAR NA VERTICAL PARA UMA MELHOR NAVEGAÇÃO
FECHAR x
m
MENU
s
BUSCA
m
MENU
ACHAMOS A “LEMBRANCINHA” PERFEITA PARA SUA MÃE
As 4 melhores Smart TVs para presentear a sua mãe
ACHAMOS A “LEMBRANCINHA” PERFEITA PARA SUA MÃE
4 dicas de presentes inesquecíveis para você comprar sem sair de casa
As 4 melhores Smart TVs para presentear a sua mãe
Para quem quer impressionar no Dia das Mães
EDITORIAL
MODA
|
BELEZA
|
LIFESTYLE
|
TVGE
MAIS VISTOS
6 jeitos de utilizar cubos de gelo na sua rotina de beleza
Truque de beleza que dá para fazer em casa sem nenhum esforço, multiuso e com...
Beleza
30 jan 2014
O efeito imediato e radiante do Renew Vitamina C!
Os três passos importantes: Limpeza, tratamento e proteção #publishow Desde que participamos do evento da...
Beleza
30 abr 2019
O que vestir em um pagode?
ERRATA: O peep toe preto da Arezzo custa R$249! Desde que “esse tal” de Thiaguinho...
home
07 nov 2011
6 jeitos de utilizar cubos de gelo na sua rotina de beleza
Truque de beleza que dá para fazer em casa sem nenhum esforço, multiuso e com...
Beleza
30 jan 2014
Jejum prolongado traz benefícios ou riscos à saúde?
Por Dr. Bruno Cosme e Dra Norma Leite Médicos Nutrólogos pela ABRAN( Associação Brasileira de...
Garotas estúpidas
03 maio 2021
O que vestir em um pagode?
ERRATA: O peep toe preto da Arezzo custa R$249! Desde que “esse tal” de Thiaguinho...
home
07 nov 2011
6 jeitos de utilizar cubos de gelo na sua rotina de beleza
Truque de beleza que dá para fazer em casa sem nenhum esforço, multiuso e com...
Beleza
30 jan 2014
O que vestir em um pagode?
ERRATA: O peep toe preto da Arezzo custa R$249! Desde que “esse tal” de Thiaguinho...
home
07 nov 2011
O efeito imediato e radiante do Renew Vitamina C!
Os três passos importantes: Limpeza, tratamento e proteção #publishow Desde que participamos do evento da...
Beleza
30 abr 2019

Achamos a “lembrancinha” perfeita para sua mãe

04/05/22 | Por Amábile Reis

4 dicas de presentes inesquecíveis para você comprar sem sair de casa

Mas que tal re-significar essas lembrancinhas? Porque a nossa mãe sempre fala que não se importa, que nem precisa de presentes mas, elas merecem muuuito mais!!! E, para te ajudar, nós já fizemos uma curadoria mara de opções que sua mãe vai amar – e muito – no Mercado Livre. Você resolve sua vida sem sair de casa, a compra é garantida e chega muito rápido. Não tem erro, vem ver:

  1. Escova secadora Cadence, R$ 151,20

Essa escova é uma ajuda maravilhosa, porque ela já seca e escova ao mesmo tempo. Ela vai amar e o precinho tá ótimo! Difícil vai ser você não querer usar também! hahaha

2. Tênis Ultimashow Adidas, R$ 262,90

Para ser companheiro da sua mãe no treino. Com excelente amortecimento e ultraleve, o tênis ainda é lindo pra usar em looks fora da academia, né?

3. Bolsa My Shoes, R$ 259,90

Olha essa bolsa no verde mais trendy do momento! Com alça transversal, esse modelo vai do trabalho ao almoço com muito estilo.

4. Máquina Nespresso, R$ 899

Esse é mais caro, masvai fazer sua mãe que ama café lembrar de você todas as manhãs! E nessa compra você ganha um crédito de R$200 para as cápsulas de café!

Presentões, né? Foi pensando no uso do termo “lembrancinha” tão popular nessa data, que o Mercado Livre criou uma campanha em homenagem ao Dia das Mães. Até o dia 8 de maio o site do Mercado Livre vai ter a aba ‘lembrancinhas’ com presentes dignos do que sua mãe merece de verdade. Clique aqui para conferir mais opções! 

QUEM ESCREVE
Amábile Reis
| Team GE
VER COMENTÁRIOS / COMENTAR
COMPARTILHAR
GOSTOU?
+1

#GETestou: 3 produtos de skincare Nivea por menos de R$ 50

08/03/22 | Por Amábile Reis

A marca lançou a linha Aqua Rose, com Água de Rosas Orgânica com poderosos ingredientes como Ácido Hialurônico, que promete tornar o seu ritual de skincare ainda mais prático em poucos passos e com produtos eficazes.

Ao total, são 5 produtos para: limpeza profunda, esfoliação, tonificação e hidratação na medida. São um sabonete 3 em 1, um sabonete micelar, um tônico hidratante, um hidratante creme em gel e um mist hidratante facial.

Confira abaixo a lista de três produtos testados por @amabilerreis (sendo que cada um deles custa menos de R$ 50) , nossa produtora de conteúdo:

🌸 Sabonete multifuncional 3 em 1 (R$ 35,90): novidade em sabonetes, esse limpa sem ressecar, esfolia – delicadamente, o que é ótimo para peles sensíveis – e ainda serve como máscara facial, deixa a pele super hidratada e com sensação de limpeza, sem repuxar, sabe? Sua fórmula contém Argila Branca, Ácido Hialurônico e Água de Rosas Orgânica conhecida pelo seu benefício antioxidante.

🌸 Tônico hidratante (R$ 29,90): melhorou a aparência dos poros já nos primeiros dias de uso e ainda hidrata a pele no processo. Dá aquela sensação de conforto delicioso. O melhor: a fórmula não contém álcool etílico, o que também para peles sensíveis. Uso pela manhã e à noite.

🌸 Mist hidratante (R$ 39,90); garante hidratação e refrescância para a pele em qualquer momento. Também pode ser usado como primer e/ou fixador de maquiagem e vou contar: ideal para carregar na bolsa e ir aplicando durante o dia, viu? Recomendo demais.

Plus: o cheirinho de toda a linha é perfeitooooo, com essência de rosas frescas!!
Bem, cheiro maravilhoso não é novidade nos produtos de NIVEA, vocês já sabem que somos, mas esse… você não vai se arrepender de testar! A linha entrega o que promete e o custo-benefício é incrível.

Amamos!

QUEM ESCREVE
Amábile Reis
| Team GE
VER COMENTÁRIOS / COMENTAR
COMPARTILHAR
GOSTOU?
+2

Dualidade feminina e a potência de ser mulher

08/03/22 | Por Amábile Reis

Agatha Moreira acredita que mulher pode ser, ter e fazer o que quiser. Agora, aos 30 anos, a atriz se questiona sobre as imposições da sociedade e discorre sobre qual é, na sua opinião, o lado mais belo do feminino.

Foto Bruna Castanheira

Para você, qual é o lado mais bonito em ser mulher? Agatha Moreira, a nossa capa da revista digital especial de março do GE, respondeu na lata: a dualidade feminina.

A atriz, que acabou de completar 30 anos, se encanta com a possibilidade de a mulher ser forte e delicada, bruta e amorosa – seja em momentos diferentes ou tudo junto e misturado.

Abaixo, você confere aspas poderosas da atriz. Veja aí:

Sobre fazer 30 anos

“Fiz 30 anos e resolvi mudar muitas coisas, inclusive raspar o cabelo. É um momento que estou olhando mais para mim. Estou me priorizando. Priorizando os meus desejos, os meus sentimentos, meu corpo, minha mente, meus planos pro futuro. Eu estou feliz de entender que está tudo certo. Tudo o que pensei que não fosse fazer aos 30, estou fazendo. Estou me sentindo bonita, bem comigo mesmo, leve, realizada. Estou amando essa fase, que é poder viver a minha vida do jeito que eu gostaria e com a maturidade que eu tenho hoje”

Foto Bruna Castanheira
Top Zara
Saia Ferragamo para Frou Frou Vintage
Lenço Frou Frou Vintage

Sobre maternidade

“Já me pressionaram muito. ’30 anos e não vai ser mãe? Não vai casar? E ai, quer engravidar’. O tempo inteiro essas perguntas surgem, desde que nós nos entendemos como mulheres. Por isso, eu sempre acreditei que eu seria ser mãe. Perto dos 30? É claro, óbvio que eu vou ser mãe. E aí, aos poucos você percebe que será que isso é um desejo meu ou um desejo que colocaram na minha cabeça, sabe? Porque, de verdade, a cada dia que passa, eu vejo o tamanho dessa responsabilidade, a quantidade de coisas que teria que abrir mão para isso acontecer. E, nesse momento, eu não tenho essa vontade. Cada dia que passa, eu tenho menos vontade. Então, estou tentando entender: se essa vontade de ser mãe está mesmo desaparecendo ou se sou eu que estou questionando demais o que a sociedade colocou na minha cabeça. Estou tentando encontrar esse lugar: e ai, Agatha, o que você quer? Porque a gente não chega nem a se questionar. A gente já tem a certeza de que tem que fazer isso ou aquilo. Mas, ninguém tem que nada. Você deveria, poderia, seria bom se… Mas ter que fazer algo? Não. Ninguém tem que nada.”

Foto Bruna Castanheira Camiseta Chanel Saia Balmain Sapatos e brincos Dolce & Gabbana

Sobre feminilidade

“Eu não estou me cobrando de nada. Então está tudo bem. Estou nessa fase: você não gostou, tudo bem, é a sua opinião. Porque eu estou amando. Me deixe ser feliz. Nem sempre preciso me sentir superfeminina. Eu gosto de caminhar pelos espaços. Gosto de me sentir vulnerável, forte, bruta, delicada…”

Foto Bruna Castanheira Top Zara Saia Ferragamo para Frou Frou Vintage Lenço Frou Frou Vintage

Sobre mulheres serem capazes de tudo

“Todo mundo fala que mulher consegue fazer 300 coisas ao mesmo tempo. A gente consegue. Nós somos capazes de fazer 300 coisas ao mesmo tempo. Assim como somos capazes de sermos muitas coisas. Isso é a coisa mais linda em ser mulher. A mulher consegue ser bruta e amorosa, ela consegue ser dura e cuidadosa, sabe? Porque ela cuida dentro da dureza dela. Ela é sensível dentro da força dela. E isso é uma coisa que só a mulher é capaz de fazer. É o mais interessante do feminino”

Foto Bruna Castanheira Regata, calça e bota MaxMara para Minha Avo Tinha

Sobre cenas de nudez em Verdades Secretas

“É bem importante esse ponto. Eu tive um combinado comigo, que eu não queria sair de cena com a preocupação que eu poderia vir a ter sobre meu corpo. Porque se você está em cena e começa a pensar em outras coisas, você já saiu do personagem. Então, tive esse combinado comigo de estar presente, não importa o que estivesse acontecendo. Meu corpo não podia ser uma preocupação. Eu cheguei nesse lugar muito bem. Porém, há homens no set, apesar de minha equipe ser maravilhosa e extremamente respeitosa. Eu entendo que eu, como mulher, talvez para ser respeitada dentro do set, eu não posso ser tão despudorada assim. Porque se eu for, pode ser que alguém me falte com respeito. E isso é muito doido: você ter que controlar a sua falta de pudor por causa de uma possível falta de respeito do outro. É um jogo dentro da nossa cabeça. Mas temos que lidar com isso, porque o mundo é machista e ele segue sendo assim. Não importa se você é feminista, você ainda infelizmente precisa se portar de alguns jeitos que muitas vezes nem gostaria para ser respeitada. Estamos acostumadas a isso. Não deveria ser assim. Então, a questão não é com a minha equipe, que sempre me respeitou, é comigo. Eu sou mulher. Eu entendi que eu precisava impor respeito desde cedo porque eu cresci sendo desrespeitada várias vezes. A gente aprende a se blindar do desconforto entrando em um desconforto”.

Foto Bruna Castanheira Top Minha Avo Tinha Saia Emilio Pucci Sandália Melissa Bolsa Frou Frou Vintage Óculos Atitude Eyeweat Colar Dolce & Gabbana

Sobre autocuidado

“O autocuidado te traz uma sensação de bem-estar muito grande e isso interfere muito na nossa autoestima. Se você não está se sentindo bem, sua autoestima também não vai estar legal. E é muito gostoso quando você faz um skincare e sente a sua pele com um viço. Eu não sou uma pessoa que gosta de ficar horas nesse processo. Eu sou muito prática. Mas, ao mesmo tempo, não quero perder esse momento porque eu sei que ele me faz bem. Então, eu acordo, tomo meu banho, já lavo o rosto e passo um hidratante para começar o dia. Quando eu volto para casa depois do trabalho, gosto de limpar bem a pele, tomar mais um banho e passar mais hidratante para dormir. Ter essa rotina logo quando acordo e antes de dormir torna esse momento de skincare mais prático no meu dia a dia.

Foto Bruna Castanheira Camiseta Chanel Saia Balmain Sapatos e brincos Dolce & Gabbana

Sobre procedimentos estéticos

Fiz 30 anos e estou pensando em colocar o meu primeiro botox. Eu não tenho absolutamente nada contra. Cada um faz o que bem entende do seu corpo. Se você está feliz, tudo certo. Por isso, se você quer fazer um procedimento, tudo bem. Acontece que eu sou uma pessoa que gostaria de um dia interpretar uma avó. Então, eu quero ter cara de avó um dia. Por isso, tenho cuidado com procedimentos estéticos. Estou querendo colocar meu primeiro botox, mas tenho medo (risos)”.

Foto Bruna Castanheira Óculos Atitude Eyeweat Colar Dolce & Gabbana

Sobre mensagem para mulheres

“Mulher, você é uma grande potência. Não tenha medo e nem oprima isso”.

Foto Bruna Castanheira

Créditos

Por @nelizedezzen

Fotos @brunacastanheira

Direção de arte e Styling @carlosesser

Beleza @camila_anac

Nail Artist: @robertamunis

Texto: @amabilereis

Assistentes de foto: @biagarbieri e @franklindalmeida

Produção de moda: @rourives

Assistente de beleza: @b_e_t_y_n_h_o

Set design: @jeanlabanca

Assistentes de set: Roberth Augusto @roberthaugsto

Pedro Vilaça @pedrovilaca

Tratamento de imagens: @hellenacolliny

QUEM ESCREVE
Amábile Reis
| Team GE
VER COMENTÁRIOS / COMENTAR
COMPARTILHAR
GOSTOU?
+1

Dia da Visibilidade Trans: “Eu quero que esses corpos tenham a possibilidade de viver”

28/01/22 | Por Amábile Reis

29 de janeiro celebra-se o Dia Nacional da Visibilidade Trans. Por mais que nos últimos anos a gente tenha visto alguns avanços na pauta e nos direitos da população T, ainda é necessário muito mais mudanças. E, para estender esse debate, conversamos com a ativista Agata Paeur sobre o assunto e explicamos várias questões importantes. Vem ver!

Primeiro de tudo, vamos entender os termos básicos para continuarmos o papo:

 

Orientação sexual: é por quem você sente atração 

Identidade de gênero: é como você se reconhece e se identifica

Cisgênero: quem se reconhece com o gênero que lhe foi imposto no nascimento de acordo com a sua genitália

Transgênero: quem se reconhece com o gênero oposto ao que lhe foi imposto no nascimento

Agora, chegou a hora de responder uma dúvida comum: Existe diferença entre ser travesti e ser transexual?

Segundo Agata, não. “A diferença entre mulher trans e travesti está na visão do outro, principalmente. Afinal, a travestilidade acaba sendo categorizada pela sociedade como algo marginalizado e perigoso. As mídias fizeram isso com a gente. Quando vemos histórias sobre travestis, vamos sempre vê-las basicamente como prostitutas, as que tem estereótipos da “navalha”. Sem reconhecer, por exemplo, o contexto histórico disso”, explicou.

Foto: Getty Images

Qual é, então, o contexto histórico da navalha? Agata contou para nós. “A navalha era a nossa sobrevivência na época da ditadura militar e com o início da Operação Tarântula, uma operação que tinha como objetivo caçar e prender transexuais e travestis que se prostituiam na capital paulista. Torturas, extorsão e espancamento eram recorrentes contra quem fosse detida”, pontuou.

E ela continuou a explicação: “Nessa mesma época, quando surgiu o HIV no Brasil, as pessoas ainda não entendiam muito bem como era a contaminação pelo vírus. O imaginário social e a mídia brasileira começaram a apelar para uma narrativa de que corpos LGBTQIA+ eram os únicos corpos que tinham HIV. A travestilidade para conseguir sobreviver e não ser torturada ou morta na Operação Tarântula, usava a navalha para se cortar e, ao sangrar, o policial tinha medo e repulsa de tocar naquele corpo e acabar sendo contaminado”. Você sabia disso?

As pessoas precisam entender que não é errado chamar alguém de travesti. É muito importante a gente reconstruir esse imaginário e criar positividade para essa palavra. Ainda mais quando a pessoa fala que se identifica como travesti, é preciso respeitar. Tem que tratar aquele corpo com a identidade a qual ela quer ser chamada”, esclareceu a ativista. 

Há um significado de luta na palavra travesti?

 

Muito! “Quando eu assumo a minha travestilidade, eu já denuncio de qual lugar eu venho. É no contexto de reivindicar uma identidade que é apagada, deslegitimada e marginalizada na sociedade. É o que a Linn da Quebrada está fazendo no BBB22. Quando ela fala que é travesti, além de falar da sua identidade, também faz com que o público escute a palavra e crie possibilidades positivas para ela, além de enxergar que a travestilidade lutou muito e ainda luta e que merece ser sinônimo de revolução”, comentou.

O Brasil é o país que mais mata trans no mundo

 

Há 14 anos consecutivos, nós lideramos como primeiro lugar do ranking mundial do país que mais mata corpos transvestigêneres do mundo. De acordo com o ANTRA, 140 transexuais foram assassinados em solo nacional em 2021. Além disso, a expectativa de vida da população T brasileira é de apenas 35 anos. “Para mim, quando eu me entendo um corpo transvestigênere (expressão usada para se referir a trans, travestis e pessoas não-binárias), eu já sei que narrativas eu vou sofrer e estou destinada“, disse Agata. 

E, nesse ponto, precisamos conversar sobre algo muito importante: a culpabilização desses corpos. “Muitas vezes, trans e travestis, ao sofrer alguma violência – seja institucional, física, sexual, estética, o que for -, não consegue denunciar o que ocorreu porque, aos olhos de muitas pessoas, é culpa delas que isso tenha acontecido. Afinal, eles categorizam ser travesti e trans como uma escolha. Mas, eu não escolhi ir para a rua e ser queimada viva. Eu não escolhi levar paulada, pedrada e tantas outras coisas. Eu não escolhi essas agressões. Essa culpa, inclusive, é na verdade de um pacto que a cisgeneridade tem em negar a sua responsabilidade com o que acontece com nós. E, com isso, vem uma reparação histórica que as pessoas cis nos devem, que não é sobre nos dar algo, mas sobre devolver”, falou.

Devolver o que? “Me devolver o direito de estar nos espaços, de forma integral. Eu quero que os corpos travestis e de pessoas trans possam ter a possibilidade de ser, de estar e de ocupar, de viver. Não só de sobreviver“, reforçou.

Então, quais ações pessoas cis podem ter para ser aliados da população T?

 

Foto: Getty Images

Uma vez que é importante saber que só curtir, comentar e repostar conteúdos digitais não mudará o cenário, quais ações de fato pessoas cis podem ter para serem aliados?

– Se voluntarie em projetos e ONGs que acolham a população T;

– Siga pessoas da população T nas redes sociais para entender o movimento;

– Consuma o trabalho de artistas da população T;

– Empregue pessoas da população T e busque ter mais de uma na sua empresa

– Se uma pessoa da população T pedir ajuda financeira para algum tratamento, alimentação ou moradia, busque ajudar;

Inclusive, quer ajudar? Não faça perguntas inconvenientes e que podem ser muito dolorosas, como ‘Qual é seu nome de nascimento?’, ‘Você é mulher/homem de verdade?’, ‘Você já fez a cirurgia de redesignação sexual?’ e por aí vai… 

Se você é uma pessoa cis, tenha o compromisso de pesquisar e estudar. “Não use a população T como Wikipédia. Afinal, a nossa pedagogia é cara demais porque a nossa vivência é cara demais. Estar no meu corpo não é fácil”, explicou Agata.

E se eu, cis, cometer algum erro?

 

Diga “obrigada” ao invés de “desculpa” quando alguém corrigir o seu erro. Porque quando você diz “desculpa”, pressupõe-se que está tudo bem para a outra parte. E não está. Você cometeu uma violência contra aquela pessoa e ela ainda teve a paciência de te explicar qual foi o seu erro. Ou seja, é muito mais fácil ao invés de dizer “Você me desculpa?’, falar “Obrigada por essa correção”. Então, apenas agradeça pela lição. E, caso veja uma outra pessoa cis errar, use o seu privilégio para corrigi-la também”, esclareceu a ativista.

E concluiu: “Inclusive, se responsabilizem e utilizem o privilégio de vocês para corrigir outras pessoas cis que vocês verem errar. Se você está em um espaço e vê alguém sendo transfóbico, se posicione contra a transfobia. Porque se responsabilizar pelo seu privilégio é isso. É usar o privilégio para apontar erros e falar!”.

Ficou claro? O importante é respeitar o próximo e buscar informações para evitar erros banais. Se você gostou desse texto, envie para amigos para informá-los também. Afinal, educação é uma ferramenta de mudança. Então, que tal espalhá-la por aí?

 

 

QUEM ESCREVE
Amábile Reis
| Team GE
VER COMENTÁRIOS / COMENTAR
COMPARTILHAR
GOSTOU?
+2
+2
h
comentários
16/12/21
GE Roteiros: Detox na cidade maravilhosa no hotel Yoo2
+3
h
comentários
09/12/21
Bioré UV Aqua Rich: o protetor solar perfeito para seu verão
+2
h
comentários
08/12/21
Gloria Maria: “Não sou comportada. Nunca fui”
+1
h
comentários
25/11/21
C&A lança coleção moda praia com Grazi Massafera, Manu Gavassi, Ludmilla e Preta Gil
+2
h
comentários
24/11/21
Vestidos: veja dicas de onde comprar essa peça-chave no armário
+2
h
comentários
22/11/21
Retomada ao escritório: veja galeria de compras de looks!
EDITORIAL
MODA
|
BELEZA
|
LIFESTYLE
CAMILA COUTINHO
Camila Coutinho criou o Garotas Estúpidas, primeiro blog de moda brasileiro, em 2006. De lá pra cá, a recifense virou referência no mercado nacional e internacional: em 2015 integrou a seleção “30 under 30” da Forbes Brasil e em 2017 entrou para a seleta lista BoF500 do site britânico Business of Fashion, que elege as personalidades que estão fazendo a diferença no mundo da moda; no ano seguinte lançou seu primeiro livro, “Estúpida, Eu?”, pela editora Intrínseca
j
Voltar ao Topo