k
OPS... USE SEU CELULAR NA VERTICAL PARA UMA MELHOR NAVEGAÇÃO
FECHAR x
Você está lendo:
#juntascontravazamentos – NÃO ao compartilhamento de fotos íntimas!
m
MENU
s
BUSCA
GOSTOU?
COMPARTILHAR
VER COMENTÁRIOS / COMENTAR
m
MENU

#juntascontravazamentos – NÃO ao compartilhamento de fotos íntimas!

23/03/15 Lifestyle | Por Camila Coutinho

Captura de Tela 2015-03-24 às 20.54.43

Muitas mulheres já tiveram fotos íntimas vazadas na internet e este é um caso muito sério. Isso tem que acabar! Fiquei muito feliz e orgulhosa de ver Sabrina Sato apoiando a causa junto à Always e a ONG Safernet na campanha #juntascontravazamentos, que vocês já devem ter acompanhado pelas redes sociais.

dados-safernet

Casos de vazamento de sexting (sex+texting = ato de compartilhar imagens íntimas na internet) continuam sendo o tema de maior denúncia na ouvidoria da Safernet (ONG que desde 2005 se consolidou como referência no combate a crimes digitais). Só pra ter uma ideia, em 2014 o serviço contabilizou 224 casos de sexting, um aumento de 119,8% comparado com 2013 (101 casos).  81% dos casos atendidos eram de vítimas mulheres, 16% foram homens e 3% não identificados. Mais da metade (53%) tinham até 25 anos de idade (25% são de MENORES DE IDADE), 39% tinham acima de 25 anos.

Pra quê tantos números? Bom, eles apenas comprovam como esse tipo de crime acontece principalmente contra a mulher. Até não precisa ir muito longe pra ver – só perguntar para algum amigo se ele já recebeu alguma foto do tipo no WhatsApp e a gente já imagina qual será a resposta né?

Acho muito bacana essa conscientização e por isso não pensei duas vezes quando a Always pediu o apoio do GE! Gostei e apoio a causa! É muito importante perceber que isso é um CRIME, e parar com isso começa desde não compartilhar as fotos da atriz nua que foram hackeadas até a fazer o mesmo no seu grupo de amigos no WhatsApp: você pode não conhecer aquela garota, mas e se ela fosse você? Dá pra imaginar o mal que isso causa na autoestima e confiança dela? É hora de deixar o pensamento machista de lado e tomar consciência que o crime é de quem vaza as fotos, e não de quem as tirou.

campanha-sabrina

Apoiar a causa é muito simples: é só desenhar o símbolo da campanha com um batom ou lápis de olho e compartilhar com a hashtag #juntascontravazamentos nas redes sociais. Para saber mais é só acessar www.juntascontravazamentos.com.br. Let’s go girls!

QUEM ESCREVE
Camila Coutinho
| Team GE
Fundadora do @garotasestupidas, @iconoclastsbr e autora do #ESTUPIDAEU
COMPARTILHAR
GOSTOU?
COMENTÁRIOS
ESCOLHA SUA PLATAFORMA DE COMENTÁRIOS FAVORITA
>
PRÓXIMA HISTÓRIA
<
HISTÓRIA ANTERIOR
j
Voltar ao Topo