k
OPS... USE SEU CELULAR NA VERTICAL PARA UMA MELHOR NAVEGAÇÃO
FECHAR x
Você está lendo:
Atividade física e autoestima: qual a relação?
m
MENU
s
BUSCA
GOSTOU?
+4
COMPARTILHAR
VER COMENTÁRIOS / COMENTAR
m
MENU

Atividade física e autoestima: qual a relação?

23/01/23 | Por Amábile Reis

Será que existe alguma relação entre atividade física e autoestima? Quando o assunto é controle emocional, a prática de alguma modalidade pode ser benéfica à saúde mental, aumentando o amor-próprio diante das situações do dia a dia, tanto em casa quanto no trabalho.

 

Segundo o Ministério da Saúde, a prática regular e contínua pode ter grande impacto positivo na vida de cada pessoa, ajudando a melhorar a autoestima e o bem-estar. Além disso, pessoas ativas conseguem diminuir os transtornos mentais, como estresse, ansiedade, preocupação excessiva e/ou depressão, causados pela própria rotina.

.

Conforme o “Guia de Atividade Física para a População Brasileira” do Ministério da Saúde, ao se tornar uma pessoa mais ativa, algumas mudanças acontecem em prol da qualidade de vida, como a autoestima e a autoimagem. 

Consciência corporal: o que é e como desenvolvê-la?

Embora muitas pessoas pensem que a consciência corporal está relacionada apenas à prática de alguma atividade física, saiba que ela anda lado a lado com a autoestima. Afinal, também tem como intuito representar o nosso próprio consciente, principalmente no que diz respeito à mente e ao corpo.

 

Ao conhecer o próprio corpo e entender que está tudo bem ser diferente do outro, é possível melhorar o bem-estar mental e emocional. Quando isso acontece, as inseguranças e os problemas externos são deixados de lado, permitindo que cada indivíduo se sinta mais seguro de si, diminuindo o estresse, a ansiedade e/ou a depressão

 

Mas, afinal, como desenvolver a consciência corporal em prol da autoestima? O primeiro passo é observar todos os seus traços, linhas e tudo aquilo que está à sua volta, entendendo que as diferenças vão existir, te tornando um ser humano único.  

 

Em seguida, procure analisar todos os seus movimentos, bem como os vícios posturais e a maneira como respira. Por último, mantenha o corpo em movimento por meio da prática de alguma atividade física, como dança, natação, musculação, yoga, pilates, entre outras. 

Quais os benefícios da atividade física?

Além de melhorar a autoestima e a autoimagem, a prática regular de atividade física pode promover inúmeros benefícios, tanto físicos quanto mentais. Por meio do “Guia de Atividade Física” do Ministério da Saúde, nós trouxemos uma lista com alguns deles para você se sentir encorajado(a) a começar a praticar alguma modalidade: 

 

  • Promove o bem-estar;
  • Melhora a qualidade do sono;
  • Fortalece músculos e ossos;
  • Melhora os problemas posturais;
  • Reduz as dores nas articulações;
  • Fortalece o sistema imunológico;
  • Ajuda na manutenção da memória;
  • Auxilia o controle do peso corporal;
  • Garante mais energia e disposição; 
  • Melhora as habilidades de socialização;
  • Diminui a sensação de cansaço durante a rotina;
  • Reduz as doenças crônicas, como colesterol ruim (LDL) e/ou diabetes;
  • Diminui os problemas mentais, como ansiedade, estresse e/ou depressão;
  • E muito mais!

 

Quer começar a praticar atividade física, mas não sabe como? A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda de 150 a 300 minutos por semana para as modalidades de intensidade moderada e vigorosa. Além disso, é importante procurar um profissional de educação física para mais informações e para melhorar os resultados. 

Quais são os efeitos da atividade física no estresse e ansiedade?

Quando os sintomas dos transtornos mentais vêm à tona, como o estresse e/ou a ansiedade, a autoestima fica baixa, né? Por isso, é importante aliar a rotina agitada com a prática de alguma atividade física para promover o equilíbrio e, consequentemente, proporcionar a sensação de bem-estar.

 

Ao praticar algum esporte ou exercício físico, o cérebro começa a liberar algumas substâncias naturais, também conhecidas como hormônios da felicidade, como a endorfina, a serotonina e/ou o cortisol, promovendo a sensação de paz, felicidade e prazer. 

 

Enquanto a endorfina promove a sensação de bem-estar, sendo um ótimo remédio natural para o organismo, tendo em vista que diminui as dores e os sintomas da ansiedade, a serotonina proporciona mais estabilidade emocional, pois regula o humor e a felicidade. 

 

E o cortisol? Embora seja considerado vilão por algumas pessoas, este hormônio ajuda a diminuir todos os efeitos causados pelo estresse, tanto físicos quanto mentais. Além disso, ele também ajuda a regular o humor, a promover mais disposição e/ou a melhorar o sistema imunológico.

 

Somando todos os benefícios destes hormônios em prol do bem-estar, é possível melhorar a autoestima e a autoconfiança e, consequentemente, ter mais qualidade de vida. 

Conheça a TotalPass     

 

A TotalPass é um benefício corporativo que oferece mais de cinco mil opções de academias e estúdios espalhadas por todo o país. Além disso, os beneficiários podem ter acesso às redes Smart Fit e Bio Ritmo, bem como ter mais de 250 opções de modalidades, como musculação, beach tennis, dança, luta, natação ou pilates (e muito mais!) para fugir do treino tradicional. 

 

Fora essas vantagens, é possível melhorar a saúde mental e emocional com o Total Mind, uma solução que dá acesso a mais de cinco mil psicólogos on-line pela Psicologia Viva e mais de 400 áudios para relaxar, meditar e dormir bem com o Zen App.

 

A sua empresa não tem um benefício corporativo focado na saúde e no bem-estar por meio da atividade física? Clique aqui e converse com um dos consultores da TotalPass!   

 

 

 

QUEM ESCREVE
Amábile Reis
| Team GE
COMPARTILHAR
GOSTOU?
+4
COMENTÁRIOS
ESCOLHA SUA PLATAFORMA DE COMENTÁRIOS FAVORITA
<
HISTÓRIA ANTERIOR
j
Voltar ao Topo