Escolha uma opção de navegação: Blog/ Site
Escolha sua navegação: Site / Blog
07 jun 2017 - Por Camila Coutinho
Comentários

Um olhar poderoso todos os dias, sem nem precisar usar um tiquinho de rímel sequer? A extensão de cílios tem se tornado cada vez mais popular aqui no Brasil – inclusive entre as famosas! -, mas junto com isso também tem gerado muitas dúvidas!

Por isso então chamamos Monique Marques, fundadora da Lash Design, para esclarecer tudooo nesse Pergunte ao Expert! A mineira trabalha com extensão já há oito anos, desde que era aeromoça, e hoje é responsável – além do meu! hehe – pelo olhar marcante de Tais Araújo, Fernanda Lima, Paula Fernandes, entre outras. Confira:

1. COMO É FEITA A EXTENSÃO DE CÍLIOS?

Eu, Fernanda Lima, Tais Araújo, Paula Fernandes, Nanda Keulla e Renata França

Em geral são usadas três técnicas:

Clássica: é colocado um fio sintético ou de seda para cada fio natural; o procedimento leva entre uma hora e meia, duas horas (é a que foi utilizada no meu)

Volume Russo moderado: é colocado de dois a quatro fios em cada fio natural (Fernanda Lima, Tais Araujo, Paula Fernandes e Renata França usam este)

Volume Russo full: são cinco fios para cada cílio natural. Tanto este quanto o moderado levam cerca de duas horas e meia para serem feitos (é o da Fernanda Keulla)

ps.: Monique contou que trabalha também com uma técnica híbrida, que mescla a clássica com o volume moderado, ou seja, é uma mistura para alongar e preencher com um efeito mais natural!

Cada fio é colado cuidadosamente com uma pinça a 0,5mm da raiz de cada cílio natural. Para tanto, é utilizada uma cola – é importante se certificar com o profissional de que seja totalmente livre de formaldeído e látex. Também conte com ele para decidir qual tipo de extensão fazer: “Trabalhamos a simetria e visagismo como um todo, analisamos o tom de voz, o dia a dia e identificamos qual o melhor design para o perfil de cada pessoa”, comenta Monique.

Tomando os devidos cuidados (veja mais adiante no post), você segue sua vida normalmente. Os cílios não devem pesar e nem incomodar, a aplicação também não deve causar dor.

2. DO QUE SÃO FEITOS OS CÍLIOS?

Há três tipos mais comuns: Mink (com pelos do animal), Faux Mink (sintéticos de poliéster, que imitam as propriedades do primeiro) e Seda (por serem mais leves e flexíveis são recomendados para quem tem cílios naturais fracos, como pessoas mais velhas).

Além de considerar a questão da proteção aos animais o segundo tem sido o tipo mais utilizado porque também possibilita uma grande variedade de comprimentos, diâmetros e curvaturas. Tanto com ele quanto com o de seda não é preciso usar curvex ou máscara para deixar os cílios power!

Os cílios da Borboleta Beauty

dica extra: “Fique atenta: pessoas que não são especializadas na técnica de volume podem usar fios mais grossos para criar este visual; isto causa danos aos fios naturais, sem falar que o resultado não é legal”, avisa Monique.

3. E DEPOIS, COMO É A MANUTENÇÃO?

Monique explica que nossos fios têm um ciclo de crescimento que varia entre 21 e 90 dias. “Nesse período eles caem aleatoriamente, por essa razão recomendamos manutenções entre 3 e 4 semanas para não perder a beleza da técnica completa”.

Nas primeiras 48 horas após o procedimento é recomendado evitar água quente e vapor para assegurar o melhor desempenho da cola. Sempre que molhar os fios é preciso secar bem (com papel toalha ou uma toalha lisa, que não tenha pelinhos que enganchem e acabem puxando nos cílios) e depois penteá-los com uma escovinha (como aquelas que usamos para pentear a sobrancelha, provavelmente o profissional poderá te fornecer uma). Na hora de tirar a maquiagem, prefira produtos sem óleo (pois eles danificam a cola), lencinhos removedores são uma boa opção!

É importante não esfregar os cílios e evitar o uso de máscara. “Ela resseca os fios e diminuem seu tempo de vida útil”, comenta Monique, que também dá a dica: quando sentir que precisa passar rímel é sinal de que tá na hora da manutenção! Se bem cuidados, é possível ter cílios bonitos por cerca de 3 a 4 semanas, sem manutenção.

Olha o antes e depois da Tais Araujo!

3. HÁ RESTRIÇÕES?

“Pessoas que usam lentes de contato não têm contraindicação alguma. Pessoas alérgicas precisam ligar o alerta, pois se têm o costume de coçar e esfregar muitos os olhos podem não se adaptar bem à técnica”, indica Monique.

Tomando os devidos cuidados anteriores você pode inclusive ir à praia, piscina, normalmente… mas sempre observando se sentiu algum ardor.

E ah! Quem não se adapta não pode nunca arrancar sozinho os cílios! “Há uma técnica de remoção, com um produto próprio e adequado para fazer isso sem prejudicar os fios naturais”, explica Monique.

4. A EXTENSÃO PREJUDICA OS CÍLIOS NATURAIS?

“Quando bem aplicada por um profissional capacitado e experiente, não já risco de queda. As extensões vão caindo junto com o ciclo natural dos fios”, garante Monique. Para isso, é importante seguir os cuidados já citados e nunca arrancar os fios.

5. QUANTO CUSTA?

Fotos: Lash Design Monique Marques – saiba mais sobre os serviços e agendamentos no @lashdesignbymoniquemarques

Isso varia de acordo com a quantidade de fios que serão colocados; em média o valor fica entre R$ 290 e R$ 450. A manutenção tem esse preço reduzido (só é cobrado o valor cheio para um novo conjunto de extensões); para que conte como manutenção é preciso que a cliente ainda tenha ao menos 50% das extensões.

  • E é isso! Ficou mais alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!

Pergunte ao Expert: dúvidas sobre extensão de cílios!

07 jun 2017
- Por Camila Coutinho
Comentários

Um olhar poderoso todos os dias, sem nem precisar usar um tiquinho de rímel sequer? A extensão de cílios tem se tornado cada vez mais popular aqui no Brasil – inclusive entre as famosas! -, mas junto com isso também tem gerado muitas dúvidas!

Por isso então chamamos Monique Marques, fundadora da Lash Design, para esclarecer tudooo nesse Pergunte ao Expert! A mineira trabalha com extensão já há oito anos, desde que era aeromoça, e hoje é responsável – além do meu! hehe – pelo olhar marcante de Tais Araújo, Fernanda Lima, Paula Fernandes, entre outras. Confira:

1. COMO É FEITA A EXTENSÃO DE CÍLIOS?

Eu, Fernanda Lima, Tais Araújo, Paula Fernandes, Nanda Keulla e Renata França

Em geral são usadas três técnicas:

Clássica: é colocado um fio sintético ou de seda para cada fio natural; o procedimento leva entre uma hora e meia, duas horas (é a que foi utilizada no meu)

Volume Russo moderado: é colocado de dois a quatro fios em cada fio natural (Fernanda Lima, Tais Araujo, Paula Fernandes e Renata França usam este)

Volume Russo full: são cinco fios para cada cílio natural. Tanto este quanto o moderado levam cerca de duas horas e meia para serem feitos (é o da Fernanda Keulla)

ps.: Monique contou que trabalha também com uma técnica híbrida, que mescla a clássica com o volume moderado, ou seja, é uma mistura para alongar e preencher com um efeito mais natural!

Cada fio é colado cuidadosamente com uma pinça a 0,5mm da raiz de cada cílio natural. Para tanto, é utilizada uma cola – é importante se certificar com o profissional de que seja totalmente livre de formaldeído e látex. Também conte com ele para decidir qual tipo de extensão fazer: “Trabalhamos a simetria e visagismo como um todo, analisamos o tom de voz, o dia a dia e identificamos qual o melhor design para o perfil de cada pessoa”, comenta Monique.

Tomando os devidos cuidados (veja mais adiante no post), você segue sua vida normalmente. Os cílios não devem pesar e nem incomodar, a aplicação também não deve causar dor.

2. DO QUE SÃO FEITOS OS CÍLIOS?

Há três tipos mais comuns: Mink (com pelos do animal), Faux Mink (sintéticos de poliéster, que imitam as propriedades do primeiro) e Seda (por serem mais leves e flexíveis são recomendados para quem tem cílios naturais fracos, como pessoas mais velhas).

Além de considerar a questão da proteção aos animais o segundo tem sido o tipo mais utilizado porque também possibilita uma grande variedade de comprimentos, diâmetros e curvaturas. Tanto com ele quanto com o de seda não é preciso usar curvex ou máscara para deixar os cílios power!

Os cílios da Borboleta Beauty

dica extra: “Fique atenta: pessoas que não são especializadas na técnica de volume podem usar fios mais grossos para criar este visual; isto causa danos aos fios naturais, sem falar que o resultado não é legal”, avisa Monique.

3. E DEPOIS, COMO É A MANUTENÇÃO?

Monique explica que nossos fios têm um ciclo de crescimento que varia entre 21 e 90 dias. “Nesse período eles caem aleatoriamente, por essa razão recomendamos manutenções entre 3 e 4 semanas para não perder a beleza da técnica completa”.

Nas primeiras 48 horas após o procedimento é recomendado evitar água quente e vapor para assegurar o melhor desempenho da cola. Sempre que molhar os fios é preciso secar bem (com papel toalha ou uma toalha lisa, que não tenha pelinhos que enganchem e acabem puxando nos cílios) e depois penteá-los com uma escovinha (como aquelas que usamos para pentear a sobrancelha, provavelmente o profissional poderá te fornecer uma). Na hora de tirar a maquiagem, prefira produtos sem óleo (pois eles danificam a cola), lencinhos removedores são uma boa opção!

É importante não esfregar os cílios e evitar o uso de máscara. “Ela resseca os fios e diminuem seu tempo de vida útil”, comenta Monique, que também dá a dica: quando sentir que precisa passar rímel é sinal de que tá na hora da manutenção! Se bem cuidados, é possível ter cílios bonitos por cerca de 3 a 4 semanas, sem manutenção.

Olha o antes e depois da Tais Araujo!

3. HÁ RESTRIÇÕES?

“Pessoas que usam lentes de contato não têm contraindicação alguma. Pessoas alérgicas precisam ligar o alerta, pois se têm o costume de coçar e esfregar muitos os olhos podem não se adaptar bem à técnica”, indica Monique.

Tomando os devidos cuidados anteriores você pode inclusive ir à praia, piscina, normalmente… mas sempre observando se sentiu algum ardor.

E ah! Quem não se adapta não pode nunca arrancar sozinho os cílios! “Há uma técnica de remoção, com um produto próprio e adequado para fazer isso sem prejudicar os fios naturais”, explica Monique.

4. A EXTENSÃO PREJUDICA OS CÍLIOS NATURAIS?

“Quando bem aplicada por um profissional capacitado e experiente, não já risco de queda. As extensões vão caindo junto com o ciclo natural dos fios”, garante Monique. Para isso, é importante seguir os cuidados já citados e nunca arrancar os fios.

5. QUANTO CUSTA?

Fotos: Lash Design Monique Marques – saiba mais sobre os serviços e agendamentos no @lashdesignbymoniquemarques

Isso varia de acordo com a quantidade de fios que serão colocados; em média o valor fica entre R$ 290 e R$ 450. A manutenção tem esse preço reduzido (só é cobrado o valor cheio para um novo conjunto de extensões); para que conte como manutenção é preciso que a cliente ainda tenha ao menos 50% das extensões.

  • E é isso! Ficou mais alguma dúvida? Deixe aqui nos comentários!
27 jun 2016 - Por Camila Coutinho
Comentários

pergunte_ao_expert_acne-abre

Retomando nossa seção PERGUNTE AO EXPERT, em que um especialista vem aqui no GE responder as principais dúvidas de beleza de vocês, o tema da vez foi super pedido lá no Insta quando fizemos a primeira coluna (sobre hidratação da pele, confira aqui): pele oleosa e com acne! Afinal, se tem uma coisa que incomoda (e muito) a brasileira é ter que lidar com o brilho na pele, né? Se ela vier acompanhada daquele sofrimento com espinhas, então… S O C O R R O! kkk

Quem vem desvendar esse assunto é minha dermatologista querida Thereza Pacheco! Sabe tudo sobre os melhores cuidados e além de tudo tem uma pele que olha… goals! kkk Confira:

pergunte_ao_expert_acne1

RESPOSTA DA THEREZA: Acne na mulher adulta é uma queixa muito frequente; geralmente são casos leves a moderados, excepcionalmente graves. Quem teve acne na adolescência tem uma chance maior de ter na vida adulta, sim, mas não necessariamente: mesmo quem não sofreu com esse problema antes pode vir a desenvolver tardiamente.

pergunte_ao_expert_pergunta2

RESPOSTA DA THEREZA: Fatores como alterações hormonais, uso de produtos inadequados (como maquiagem e protetor solar com óleo na fórmula), medicamentos como vitaminas do complexo B, corticóides, alimentos com alto índice glicêmico, suplementos contendo proteínas derivadas do soro do leite e derivados do hormônio masculino.

Ou seja, se você já tem a pele oleosa, ou teve problemas com acne na adolescência, fique especialmente atenta a esses itens para evitá-los. Vale sempre uma boa conversa com seu médico e dermatologista para encontrar alternativas a essas substâncias que podem ocasionar a acne e não descuide de hábitos simples, mas que podem desencadear o problema, como sempre tirar a maquiagem antes de dormir e manter uma dieta balanceada.

pergunte_ao_expert_pergunta3

RESPOSTA DA THEREZA: Alguns passos simples, que você pode fazer em casa, já fazem toda a diferença: limpar adequadamente a pele com sabonetes anti-oleosidade duas vezes ao dia, optar por maquiagens e protetor solar de toque seco, livres de óleo e não comedogênico (não provoca cravos). Fique de olho no rótulo: produtos que tenham ácidos (retinóico, azelaico, salicílico, alfahidroxiácidos), peróxido de benzoila ou adapaleno também ajudam. Em casos de acne mais intensa, é preciso lançar mão de medicamentos orais, como antiandrogênicos (alguns anticoncepcionais e espironolactona), antibióticos (especialmente derivados da tetraciclina) e isotretinoína (roacutan) oral.

E não se esqueça de contar com ajuda profissional: quando se tem acne é preciso ir ao menos uma vez ao mês no dermatologista, depois, à medida que a pele vai melhorando, pode-se manter a visita a cada três/seis meses, dependendo do caso.

pergunte_ao_expert_acne-quote

Para finalizar, relembrando os cuidados-chave que pessoas com pele oleosa devem ter:

produtosACNE

  • Gostaram desse Pergunte ao Expert? Deixem sugestões de temas aqui nos comentários!!

Pergunte ao expert: como lidar com a acne adulta?

27 jun 2016
- Por Camila Coutinho
Comentários

pergunte_ao_expert_acne-abre

Retomando nossa seção PERGUNTE AO EXPERT, em que um especialista vem aqui no GE responder as principais dúvidas de beleza de vocês, o tema da vez foi super pedido lá no Insta quando fizemos a primeira coluna (sobre hidratação da pele, confira aqui): pele oleosa e com acne! Afinal, se tem uma coisa que incomoda (e muito) a brasileira é ter que lidar com o brilho na pele, né? Se ela vier acompanhada daquele sofrimento com espinhas, então… S O C O R R O! kkk

Quem vem desvendar esse assunto é minha dermatologista querida Thereza Pacheco! Sabe tudo sobre os melhores cuidados e além de tudo tem uma pele que olha… goals! kkk Confira:

pergunte_ao_expert_acne1

RESPOSTA DA THEREZA: Acne na mulher adulta é uma queixa muito frequente; geralmente são casos leves a moderados, excepcionalmente graves. Quem teve acne na adolescência tem uma chance maior de ter na vida adulta, sim, mas não necessariamente: mesmo quem não sofreu com esse problema antes pode vir a desenvolver tardiamente.

pergunte_ao_expert_pergunta2

RESPOSTA DA THEREZA: Fatores como alterações hormonais, uso de produtos inadequados (como maquiagem e protetor solar com óleo na fórmula), medicamentos como vitaminas do complexo B, corticóides, alimentos com alto índice glicêmico, suplementos contendo proteínas derivadas do soro do leite e derivados do hormônio masculino.

Ou seja, se você já tem a pele oleosa, ou teve problemas com acne na adolescência, fique especialmente atenta a esses itens para evitá-los. Vale sempre uma boa conversa com seu médico e dermatologista para encontrar alternativas a essas substâncias que podem ocasionar a acne e não descuide de hábitos simples, mas que podem desencadear o problema, como sempre tirar a maquiagem antes de dormir e manter uma dieta balanceada.

pergunte_ao_expert_pergunta3

RESPOSTA DA THEREZA: Alguns passos simples, que você pode fazer em casa, já fazem toda a diferença: limpar adequadamente a pele com sabonetes anti-oleosidade duas vezes ao dia, optar por maquiagens e protetor solar de toque seco, livres de óleo e não comedogênico (não provoca cravos). Fique de olho no rótulo: produtos que tenham ácidos (retinóico, azelaico, salicílico, alfahidroxiácidos), peróxido de benzoila ou adapaleno também ajudam. Em casos de acne mais intensa, é preciso lançar mão de medicamentos orais, como antiandrogênicos (alguns anticoncepcionais e espironolactona), antibióticos (especialmente derivados da tetraciclina) e isotretinoína (roacutan) oral.

E não se esqueça de contar com ajuda profissional: quando se tem acne é preciso ir ao menos uma vez ao mês no dermatologista, depois, à medida que a pele vai melhorando, pode-se manter a visita a cada três/seis meses, dependendo do caso.

pergunte_ao_expert_acne-quote

Para finalizar, relembrando os cuidados-chave que pessoas com pele oleosa devem ter:

produtosACNE

  • Gostaram desse Pergunte ao Expert? Deixem sugestões de temas aqui nos comentários!!
PERFIL
Camila Coutinho
MOST WANTED

Copyright © 2017 - garotasestupidas.com - Todos os direitos reservados
Designed and Created bt Condomínio Network
INSTAGRAM
Copyright © 2017 - garotasestupidas.com - Todos os direitos reservados | Designed and Created bt Condomínio Network