Escolha uma opção de navegação: Blog/ Site
Escolha sua navegação: Site / Blog
10 abr 2017 - Por Camila Coutinho
Comentários
Foto: Mermaidss

Se você vive dando aquela olhadinha esperta no Instagram com certeza já percebeu que bordado não é mais coisa da vovó: cada vez mais fashionistas estão apostando em peças customizadas com essa prática tão afetiva e cuidadosa!

Um trabalho assim realmente manual, que busca imprimir a personalidade de cada um em cada item, surge como um verdadeiro luxo – mas não necessariamente ligado a $$$ – em tempos de fast fashion e modinhas que tendem a dar uma uniformizada na galera, né?

Nesse cenário, tem que conhecer essas três marcas de mulheres que estão arrasando nessa arte, vem saber:

Giuliana Mesquita criou sua Giu Couture meio que por acaso. “Comecei porque o presente de aniversário do meu melhor amigo (o editor de moda Luigi Torre) não chegou a tempo, então comprei uma camiseta da Hering e bordei. Foi tudo beeem orgânico, as pessoas foram vendo, gostando e pedindo. Daí fiz o insta e a coisa bombou :)”, contou a jornalista de moda.

A Giu toma conta de todo o processo – comprar as camisetas, bordar, organizar pedidos e envio – e as blusas têm preço único, R$ 80 + frete. Ela só faz em t-shirts pretas e rosa-clarinhas (que com os bordados ganham um ar bem moderninho, meio underground), mas pode pirar nos dizeres que como as fotos do post mostram criatividade é o forte dos clientes da marca!

* Encomendas pelo Inbox no Insta @giucouture ou @giumesquita

Prepare-se pra cair de amores pelas peças da Mermaidss! A marca de Isabel Zachow nasceu em março de 2015 e tem uma proposta de fazer tudo, tudo mesmo, no esquema handmade. “Trabalhava como stylist e engravidei, resolvi me dedicar somente a ele, mas isso durou só 7 meses!rs”, contou ao GE. “O bordado sempre me encantou, uma amiga me incentivou e então fiz um curso de bordado livre. Minha mãe é modelista e confeccionou as camisas no início”.

As camisas têm modelagem clássica soltinha, podem ser manga curta ou longa e são feitas de cambraia 100% algodão (aquele tecido fininho e transparente). As peças são feitas sob encomenda, são cerca de 20 dias para a entrega; você escolhe seu modelo e o bordado, que pode ser um dos desenhos disponíveis no Instagram, ou alguma outra coisa ao gosto do cliente, o mesmo vale para as camisetas. “Hoje continuo na contramão do mercado e produzindo tudo com uma única costureira e bordando tudo sozinha, até as etiquetas são bordadas à mão!”, detalha Isabel.

O sucesso de tamanha delicadeza foi tanta que ela ampliou o catálogo da marca com calcinhas e uma linha infantil, a @mermaidss_for_babies! Fofuras sem fim!

* Encomendas pelo email oimermaidss@gmail.com / preços: R$ 350 para as camisas; R$ 170 as camisetas + taxa de correio R$ 30,00 para fora de São Paulo/SP e R$ 15 para dentro da cidade

A marca de Andressa Ferraz é a única do post com um e-commerce, mas mesmo assim a etapa handmade não fica pra trás: no site o cliente escolhe o modelo da camiseta, o bordado desejado e então ele é confeccionado manualmente.

Antes de evoluir para as camisetas e colares a Bordado Studio surgiu com ilustrações bordadas à mão em quadros para decoração, por isso essa ainda é uma categoria forte, com itens também em tricô, um diferencial da marca:

A Bordado Studio foi ficando conhecida mais ou menos do mesmo jeito que as outras marcas do post, no boca a boca de amigos – muito mais efetivo em tempos de Insta! hehe No site deles é possível também comprar material para bordar e se inscrever para workshops de bordado.

* Encomendas pelo site: www.bordadostudio.com.br / preços: camisetas e regatas entre R$ 59 e R$ 79; colar personalizado R$ 49; decoração de crochê, R$ 49

  • Curtiram essas marcas? Conhece mais alguma bacana? Conta pra gente aqui nos comentários!

Bordado cool: 3 marcas que você tem que conhecer!

10 abr 2017
- Por Camila Coutinho
Comentários
Foto: Mermaidss

Se você vive dando aquela olhadinha esperta no Instagram com certeza já percebeu que bordado não é mais coisa da vovó: cada vez mais fashionistas estão apostando em peças customizadas com essa prática tão afetiva e cuidadosa!

Um trabalho assim realmente manual, que busca imprimir a personalidade de cada um em cada item, surge como um verdadeiro luxo – mas não necessariamente ligado a $$$ – em tempos de fast fashion e modinhas que tendem a dar uma uniformizada na galera, né?

Nesse cenário, tem que conhecer essas três marcas de mulheres que estão arrasando nessa arte, vem saber:

Giuliana Mesquita criou sua Giu Couture meio que por acaso. “Comecei porque o presente de aniversário do meu melhor amigo (o editor de moda Luigi Torre) não chegou a tempo, então comprei uma camiseta da Hering e bordei. Foi tudo beeem orgânico, as pessoas foram vendo, gostando e pedindo. Daí fiz o insta e a coisa bombou :)”, contou a jornalista de moda.

A Giu toma conta de todo o processo – comprar as camisetas, bordar, organizar pedidos e envio – e as blusas têm preço único, R$ 80 + frete. Ela só faz em t-shirts pretas e rosa-clarinhas (que com os bordados ganham um ar bem moderninho, meio underground), mas pode pirar nos dizeres que como as fotos do post mostram criatividade é o forte dos clientes da marca!

* Encomendas pelo Inbox no Insta @giucouture ou @giumesquita

Prepare-se pra cair de amores pelas peças da Mermaidss! A marca de Isabel Zachow nasceu em março de 2015 e tem uma proposta de fazer tudo, tudo mesmo, no esquema handmade. “Trabalhava como stylist e engravidei, resolvi me dedicar somente a ele, mas isso durou só 7 meses!rs”, contou ao GE. “O bordado sempre me encantou, uma amiga me incentivou e então fiz um curso de bordado livre. Minha mãe é modelista e confeccionou as camisas no início”.

As camisas têm modelagem clássica soltinha, podem ser manga curta ou longa e são feitas de cambraia 100% algodão (aquele tecido fininho e transparente). As peças são feitas sob encomenda, são cerca de 20 dias para a entrega; você escolhe seu modelo e o bordado, que pode ser um dos desenhos disponíveis no Instagram, ou alguma outra coisa ao gosto do cliente, o mesmo vale para as camisetas. “Hoje continuo na contramão do mercado e produzindo tudo com uma única costureira e bordando tudo sozinha, até as etiquetas são bordadas à mão!”, detalha Isabel.

O sucesso de tamanha delicadeza foi tanta que ela ampliou o catálogo da marca com calcinhas e uma linha infantil, a @mermaidss_for_babies! Fofuras sem fim!

* Encomendas pelo email oimermaidss@gmail.com / preços: R$ 350 para as camisas; R$ 170 as camisetas + taxa de correio R$ 30,00 para fora de São Paulo/SP e R$ 15 para dentro da cidade

A marca de Andressa Ferraz é a única do post com um e-commerce, mas mesmo assim a etapa handmade não fica pra trás: no site o cliente escolhe o modelo da camiseta, o bordado desejado e então ele é confeccionado manualmente.

Antes de evoluir para as camisetas e colares a Bordado Studio surgiu com ilustrações bordadas à mão em quadros para decoração, por isso essa ainda é uma categoria forte, com itens também em tricô, um diferencial da marca:

A Bordado Studio foi ficando conhecida mais ou menos do mesmo jeito que as outras marcas do post, no boca a boca de amigos – muito mais efetivo em tempos de Insta! hehe No site deles é possível também comprar material para bordar e se inscrever para workshops de bordado.

* Encomendas pelo site: www.bordadostudio.com.br / preços: camisetas e regatas entre R$ 59 e R$ 79; colar personalizado R$ 49; decoração de crochê, R$ 49

  • Curtiram essas marcas? Conhece mais alguma bacana? Conta pra gente aqui nos comentários!
02 mar 2017 - Por Andressa Fernandes
Comentários

Camisetas com mensagens políticas estão em alta na moda, mas será que elas têm impacto além dos cliques de street style?

A Dior aproveitou o hype em torno da t-shirt “We Should All Be Feminists” (frase de um ensaio da nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie) e anunciou esta semana que irá reverter parte das vendas da peça para a Clara Lionel Foundation, ONG fundada pela Rihanna, parceira de longa data da maison.

Criada em 2012, a organização arrecada fundos para educação e saúde em comunidades em desenvolvimento ao redor do mundo; as bolsas de estudo em faculdades americanas são pontos fortes da instituição. Riri, vale lembrar, acaba de receber o prêmio “Humanitária do Ano” da Universidade de Harvard em reconhecimento pelas suas iniciativas, que incluem por exemplo um centro de oncologia e medicina nuclear que ela financiou em Barbados.

Apesar de já estar circulando no street style desde que foi apresentada na coleção verão 2017 em setembro, só agora as camisetas da Dior estão chegando às lojas da maison, e estarão à venda só até maio (o “precinho”? US$ 700)! Primeiro hit de Maria Grazia Chiuri na grife, a peça já inspirou várias outras marcas a apostarem em camisetas de protesto (bombou em NY!), agora é ver se elas chegarão às lojas com essa função que vai além da moda também!

As modelos amam combinar com jeans em looks mais basiquinhos! Que tal?

T-shirt hit da Dior terá efeito além do street style!

02 mar 2017
- Por Andressa Fernandes
Comentários

Camisetas com mensagens políticas estão em alta na moda, mas será que elas têm impacto além dos cliques de street style?

A Dior aproveitou o hype em torno da t-shirt “We Should All Be Feminists” (frase de um ensaio da nigeriana Chimamanda Ngozi Adichie) e anunciou esta semana que irá reverter parte das vendas da peça para a Clara Lionel Foundation, ONG fundada pela Rihanna, parceira de longa data da maison.

Criada em 2012, a organização arrecada fundos para educação e saúde em comunidades em desenvolvimento ao redor do mundo; as bolsas de estudo em faculdades americanas são pontos fortes da instituição. Riri, vale lembrar, acaba de receber o prêmio “Humanitária do Ano” da Universidade de Harvard em reconhecimento pelas suas iniciativas, que incluem por exemplo um centro de oncologia e medicina nuclear que ela financiou em Barbados.

Apesar de já estar circulando no street style desde que foi apresentada na coleção verão 2017 em setembro, só agora as camisetas da Dior estão chegando às lojas da maison, e estarão à venda só até maio (o “precinho”? US$ 700)! Primeiro hit de Maria Grazia Chiuri na grife, a peça já inspirou várias outras marcas a apostarem em camisetas de protesto (bombou em NY!), agora é ver se elas chegarão às lojas com essa função que vai além da moda também!

As modelos amam combinar com jeans em looks mais basiquinhos! Que tal?

PERFIL
Camila Coutinho
MOST WANTED

Copyright © 2017 - garotasestupidas.com - Todos os direitos reservados
Designed and Created bt Condomínio Network
INSTAGRAM
Copyright © 2017 - garotasestupidas.com - Todos os direitos reservados | Designed and Created bt Condomínio Network