Escolha uma opção de navegação: Blog/ Site
Escolha sua navegação: Site / Blog
03 out 2017 - Por Andressa Fernandes
Comentários

Estampas de páginas de jornais e revistas não são novidade, a moda sempre gostou desse recurso para dar um toque engraçadinho às suas criações (a coleção de John Galliano para a Dior lá em 2000 + looks de Carrie Bradshaw estão aqui para provar)! Mas na temporada de desfiles que se encerra hoje em Paris elas apareceram tanto (e com motivos que vão além de ser apenas ser um item divertido) que merecem a manchete!

Em NY os jornais deram as caras nos desfiles de Helmut Lang, Assembly e LRS, entre outros. Para a Vogue americana esse foi o modo que os estilistas encontraram para protestar contra os ataques de Donald Trump à imprensa, dando um (bem-vindo) descanso às camisetas com frases de efeito, hit nos desfiles da última temporada.

Na Balenciaga, as camisas e blusas com a estampa de jornal se juntaram a itens como Crocs com plataformas para dar mais leveza à coleção de inspiração um pouco sombria. “Moda é um reflexo do modo como vivemos. Eu queria passar esse sentimento de que algo perigoso vai acontecer”, disse Demna Gvasalia sobre o desfile à Vogue. Bom, se é reflexo de nosso tempo e estamos vivendo justamente esse momento em que recebemos uma avalanche de informação por todos os lados, nada mais representativo, né?

Partindo para um lado mais fun, capas de revistas ajudaram a contar a história de sucesso da Versace em vestidos e macacões extravagantes. O desfile todo foi uma homenagem de Donatella ao irmão Gianni, morto há 20 anos, e as estampas relembraram uma das mais célebres coleções do italiano, Pop-Art, de 1991:

Na Off-White, revistas como People, Time e Life entraram em cena para compor a coleção de Virgil Abloh inspirada na Princesa Diana, um lembrete da obsessão da mídia por Lady Di. As clutches logo viraram candidatas a hit no street style (quer acessório que combine melhor com a “era dos 15 minutos de fama” do que esse com a logomarca das revistas de celebridades?! hehe):

Aliás, antes mesmo de vermos o desfile Bella Hadid já apareceu usando a dela…

…e alguns dias antes Kendall Jenner foi vista com uma clutch vintage que imita uma revista dobrada (mais um item que Carrie já tinha usado em Sex and the City e Rihanna também já tinha apostado há uns bons aninhos). Não dá pra negar que esses acessórios trazem uma ironia divertida no caso delas né? Bella, Kendall, Gigi e cia. são assuntos recorrentes em veículos como esses (e certamente elas não são fãs de todas as matérias que são publicadas neles), mas ao saírem desfilando por aí com o logo da People é quase como se dissessem “tô nem aí…”.

E bom, é aquela coisa: se elas usaram já sabe, o babado danewswear trend” é forte mesmo! Soma-se a isso o poder do tal “inconsciente coletivo”: curioso ver como cada marca apostou nesse recurso de uma forma coerente com a história que estava sendo contada na passarela, não era a estampa pela estampa simplesmente! Pra ficar de olho!

  • E aí, curtiram essa “newswear trend”?

 

Extra! Jornais e revistas bombaram nas passarelas – Bella e Kendall já aprovaram a tendência!

03 out 2017
- Por Andressa Fernandes
Comentários

Estampas de páginas de jornais e revistas não são novidade, a moda sempre gostou desse recurso para dar um toque engraçadinho às suas criações (a coleção de John Galliano para a Dior lá em 2000 + looks de Carrie Bradshaw estão aqui para provar)! Mas na temporada de desfiles que se encerra hoje em Paris elas apareceram tanto (e com motivos que vão além de ser apenas ser um item divertido) que merecem a manchete!

Em NY os jornais deram as caras nos desfiles de Helmut Lang, Assembly e LRS, entre outros. Para a Vogue americana esse foi o modo que os estilistas encontraram para protestar contra os ataques de Donald Trump à imprensa, dando um (bem-vindo) descanso às camisetas com frases de efeito, hit nos desfiles da última temporada.

Na Balenciaga, as camisas e blusas com a estampa de jornal se juntaram a itens como Crocs com plataformas para dar mais leveza à coleção de inspiração um pouco sombria. “Moda é um reflexo do modo como vivemos. Eu queria passar esse sentimento de que algo perigoso vai acontecer”, disse Demna Gvasalia sobre o desfile à Vogue. Bom, se é reflexo de nosso tempo e estamos vivendo justamente esse momento em que recebemos uma avalanche de informação por todos os lados, nada mais representativo, né?

Partindo para um lado mais fun, capas de revistas ajudaram a contar a história de sucesso da Versace em vestidos e macacões extravagantes. O desfile todo foi uma homenagem de Donatella ao irmão Gianni, morto há 20 anos, e as estampas relembraram uma das mais célebres coleções do italiano, Pop-Art, de 1991:

Na Off-White, revistas como People, Time e Life entraram em cena para compor a coleção de Virgil Abloh inspirada na Princesa Diana, um lembrete da obsessão da mídia por Lady Di. As clutches logo viraram candidatas a hit no street style (quer acessório que combine melhor com a “era dos 15 minutos de fama” do que esse com a logomarca das revistas de celebridades?! hehe):

Aliás, antes mesmo de vermos o desfile Bella Hadid já apareceu usando a dela…

…e alguns dias antes Kendall Jenner foi vista com uma clutch vintage que imita uma revista dobrada (mais um item que Carrie já tinha usado em Sex and the City e Rihanna também já tinha apostado há uns bons aninhos). Não dá pra negar que esses acessórios trazem uma ironia divertida no caso delas né? Bella, Kendall, Gigi e cia. são assuntos recorrentes em veículos como esses (e certamente elas não são fãs de todas as matérias que são publicadas neles), mas ao saírem desfilando por aí com o logo da People é quase como se dissessem “tô nem aí…”.

E bom, é aquela coisa: se elas usaram já sabe, o babado danewswear trend” é forte mesmo! Soma-se a isso o poder do tal “inconsciente coletivo”: curioso ver como cada marca apostou nesse recurso de uma forma coerente com a história que estava sendo contada na passarela, não era a estampa pela estampa simplesmente! Pra ficar de olho!

  • E aí, curtiram essa “newswear trend”?

 

30 maio 2017 - Por Camila Coutinho
Comentários

Em geral os desfiles resort trazem uma versão mais descomplicada da proposta da grife… mas não na Gucci de Alessandro Michele!

Tendo a imponente Galeria Palatina do Palazzo Pittia, em Florença, como cenário, a grife apresentou nesta segunda-feira uma coleção que é uma celebração do estilo “baguncinha” nerd-vintage-street-chic consagrada pelo estilista! Rolou uma mistura de logomania, referências à renascença e ao trabalho de Dapper Dan (estilista que fez sucesso entre rappers importantes de NY nos anos 80).

É aquilo que a gente olha e não entende bem como pode dar certo… mas já sabe que tem dado – e muito! – já que é justamente com essa estética que a Gucci rejuvenesceu e se tornou uma da marca mais desejadas do momento!

Para começar a desvendar a coleção, olho nos acessórios!

Fotos: Getty Images / Reprodução Instagram / Gucci

Os acessórios são a melhor expressão do maximalismo que tomou conta da Gucci! Aqui, destaque para as pulseiras de mão, que fora da passarela podem ser usadas como um acessório único e suficiente para deixar o look moderninho e chic!

Os óculos retrô, com armações grandes e lentes claras, ganham força aliados a lenços e toucas; e como a gente já vem falando desde o SPFW, as meias se destacam como item de styling da vez (Valentino também usou, lembra?).

A parte mais prática do resort 2018 da Gucci vem nas bolsas: a pochete GG Marmont do pre fall ganha versão em veludo (e teve também um modelo maxi do acessório), mas o destaque fica mesmo para as shopping bags, principalmente as que “pregam” a Guccification, afinal não dá pra negar que tá bem rolando isso na moda – é impossível dar uma passada pelo Insta sem ver ao menos um cinto, uma t-shirt vintage ou um loaffer da grife!

Fotos: Getty Images / Reprodução Instagram / Gucci

Em termos de roupas, a Gucci confirma a volta real oficial do color block! É até engraçado pensar que quando essa tendência esteve em alta há alguns anos a grife era uma das que mais apostava, mas com uma estética completamente diferente, com todo aquele poder sexy de Frida Giannini!

A pegada street continua em peças-chave: os jeans ou decorados ou nessa modelagem “mom”, t-shirts (além da “vintage” olha a Guccify aí também!), moletons e jaquetas de couro. Teve até um tênis no melhor mood 90’s com jeito de usado na passarela – hora de resgatar os nossos do fundo do armário! kkk

  • Curtiram essa coleção resort 2018 da Gucci? Comentem!!

GUCCIFY: desvendando as trends e itens desejo da misturinha louca da grife!

30 maio 2017
- Por Camila Coutinho
Comentários

Em geral os desfiles resort trazem uma versão mais descomplicada da proposta da grife… mas não na Gucci de Alessandro Michele!

Tendo a imponente Galeria Palatina do Palazzo Pittia, em Florença, como cenário, a grife apresentou nesta segunda-feira uma coleção que é uma celebração do estilo “baguncinha” nerd-vintage-street-chic consagrada pelo estilista! Rolou uma mistura de logomania, referências à renascença e ao trabalho de Dapper Dan (estilista que fez sucesso entre rappers importantes de NY nos anos 80).

É aquilo que a gente olha e não entende bem como pode dar certo… mas já sabe que tem dado – e muito! – já que é justamente com essa estética que a Gucci rejuvenesceu e se tornou uma da marca mais desejadas do momento!

Para começar a desvendar a coleção, olho nos acessórios!

Fotos: Getty Images / Reprodução Instagram / Gucci

Os acessórios são a melhor expressão do maximalismo que tomou conta da Gucci! Aqui, destaque para as pulseiras de mão, que fora da passarela podem ser usadas como um acessório único e suficiente para deixar o look moderninho e chic!

Os óculos retrô, com armações grandes e lentes claras, ganham força aliados a lenços e toucas; e como a gente já vem falando desde o SPFW, as meias se destacam como item de styling da vez (Valentino também usou, lembra?).

A parte mais prática do resort 2018 da Gucci vem nas bolsas: a pochete GG Marmont do pre fall ganha versão em veludo (e teve também um modelo maxi do acessório), mas o destaque fica mesmo para as shopping bags, principalmente as que “pregam” a Guccification, afinal não dá pra negar que tá bem rolando isso na moda – é impossível dar uma passada pelo Insta sem ver ao menos um cinto, uma t-shirt vintage ou um loaffer da grife!

Fotos: Getty Images / Reprodução Instagram / Gucci

Em termos de roupas, a Gucci confirma a volta real oficial do color block! É até engraçado pensar que quando essa tendência esteve em alta há alguns anos a grife era uma das que mais apostava, mas com uma estética completamente diferente, com todo aquele poder sexy de Frida Giannini!

A pegada street continua em peças-chave: os jeans ou decorados ou nessa modelagem “mom”, t-shirts (além da “vintage” olha a Guccify aí também!), moletons e jaquetas de couro. Teve até um tênis no melhor mood 90’s com jeito de usado na passarela – hora de resgatar os nossos do fundo do armário! kkk

  • Curtiram essa coleção resort 2018 da Gucci? Comentem!!
PERFIL
Camila Coutinho
MOST WANTED

Copyright © 2017 - garotasestupidas.com - Todos os direitos reservados
Designed and Created bt Condomínio Network
INSTAGRAM
Copyright © 2017 - garotasestupidas.com - Todos os direitos reservados | Designed and Created bt Condomínio Network