Quanto custa o convite para o baile do MET? Essas e outras curiosidades sobre o maior red carpet de todos!

07 maio 2018
- Por Andressa Fernandes
Comente Aqui
07
maio
Quanto custa o convite para o baile do MET? Essas e outras curiosidades sobre o maior red carpet de todos!
07 maio 2018 - Por Andressa Fernandes
Zendaya em 2017 | Foto: Getty Images

E chegou a “primeira segunda-feira de maio”, dia esperado por fashionistas mundo afora por ser quando acontece o tradicional Baile do MET, evento que celebra a abertura da exposição anual do Costume Institute no Metropolitan Museum em Nova York!

Oficialmente a festa tem o objetivo de arrecadar fundos para o departamento de moda do museu, mas com o passar dos anos (e o toque de Anna Wintour, editora-chefe da Vogue americana, ali) transformou-se também no maior red carpet de todos (muita gente fica mais ansiosa por ele do que pelo Oscar!). Isso acontece não só porque o MET gala consegue reunir grandes celebridades de todas as áreas (de Rihanna a Beyoncé, passando por Jennifer Lawrence a Kendall Jenner), mas também porque é “a” ocasião para ver as maiores ousadias fashion, sem medo de ser feliz! kkk

Então antes de pegar a pipoca e colocar os dedinhos para comentar os looks com as amigas lá no Insta do @garotasestupidas hoje à noite, separamos aqui 5 fatos para saber sobre o Baile do MET 2018:

1. QUAL O TEMA DESTE ANO?

Peça da coleção de alta-costura da Dior de 2005 presente na expo | Foto: Vogue Magazine

Heavenly Bodies: Fashion and the Catholic Imagination (corpos celestiais: moda e a imaginação católica, em português), é o tema dessa edição. “É tudo sobre a influência do catolicismo nos estilistas, sobre a ligação entre a imagem e a criatividade da igreja, definiu Andrew Bolton, curador das exposições do Costume Institute. “Roupas religiosas e moda, pelo menos em termos de apresentação, são inerentemente performáticas. Existem paralelos entre um desfile e uma procissão de igreja. Normalmente, ambos seguem um arranjo ordenado e regulamentado; ambos têm participantes ativos e passivos; e ambos são acompanhados por música”, completou.

Preview da expo com peças de Mugler, Rodarte, Riccardo Tisci e Christian Lacroix | Fotos: Vogue Magazine

Além de criações de Dolce & Gabbana, Jean Paul Gaultier, Valentino, Dior, Balenciaga, Elsa Schiaparelli e Christian Lacroix (nomes que devem fazer sucesso nos looks dos convidados também), o próprio Vaticano emprestou cerca de 50 peças raras (entre vestes e acessórios papais) da sacristia da Capela Sistina, itens que ficarão em uma área distinta das roupas “profanas” [veja uma prévia da mostra no vídeo no final do post].

Esta é a maior exposição que o Costume Institue já produziu (e possivelmente também a com o tema mais polêmico): são cerca de 58,6 mil metros quadrados divididos em três galerias, o Anna Wintour Costume Center e os ambientes medievais no Met na Quinta Avenida e no Cloisters, no extremo norte de Manhattan.

2. QUEM RECEBE?

Anna Wintour e Andrew Bolton, curador das exposições do Costume Institute; George e Amal Clooney no gala de 2017 | Fotos: Getty Images

Além de Anna Wintour, Rihanna, Donatella Versace e Amal Clooney serão as anfitriãs do evento este ano.

Em 2017 a expo que homenageava Rei Kawakubo reuniu cerca de 550 convidados; esse número deve ser maior este ano, mas sem variar muito disso, já que a exclusividade é outro ponto forte do evento.

3. QUANTO CUSTA UM CONVITE?

Donatella Versace e Kylie Jenner (de Versace, claro) na edição de 2017 | Foto: Getty Images

Segundo o The New York Times, os convites para o MET gala deste ano custam 30 mil dólares por pessoa, e as mesas não saem por menos de 275 mil! Como já dito, o dinheiro vai para o Costume Institute – em 2017 mais de 12 milhões de dólares foram arrecadados!

Geralmente muitas grifes compram as mesas e então convidam celebridades para não só se sentarem com elas, mas também, claro, usarem looks da marca, garantindo assim a presença da label no maior red carpet de todos. É também comum que os estilistas cruzem a escadaria do MET acompanhados de suas musas.

4. O QUE ESPERAR DOS LOOKS?

Tudo! kkk Como já vimos em outras edições, o tema da exposição funciona como uma sugestão para que os convidados abusem da criatividade, mas muita gente prefere ir mais “basiquinho” em um look black tie clássico, ou então pira e escolhe o que dá na cabeça mesmo, independente da exposição.

Este ano o dress code é “Sunday Best” (ou seja, “o melhor do domingo”), uma referência ao tradicional “dia de ir à missa” – imagens angelicais e de santos, roupas de padre e crucifixos devem ter uma presença forte. Anna Wintour não costuma ser muito extravagante em seus looks Chanel, já a RiRi… ousadia define, especialmente nos últimos anos:

Fotos: Getty Images

Como a cantora está lançando uma linha de lingerie, a gente aqui aposta que ela bem pode dar um jeitinho de criar um look bafo com alguma peça da linha – imagina esse marketing, né? Veremos!

5. O QUE ROLA LÁ DENTRO?

Foto: Instagram/@kyliejenner

Há uma política de “sem posts nas redes sociais” após cruzar o red carpet, mas quando se tem as personalidades mais seguidas do Instagram no mesmo ambiente isso acaba sendo meio impossível, né? Pode-se dizer que elas deram “seu jeitinho” e nas últimas edições o banheiro do museu (sério!) acabou se tornando o hotspot para selfies, fofocas e os cliques que farão mais sucesso na noite (ou mesmo causarão polêmicas, como quando apareceram fumando em um deles).

A festa em si segue o seguinte protocolo: após os cumprimentos e entrevistas do red carpet os convidados seguem em um tour pela exposição até chegar ao salão onde acontece o jantar, discursos e um grande show – como uma das anfitriãs, espera-se que Rihanna seja mais uma vez a entertainer da noite (há inclusive a expectativa de que ela apresente música nova!).

Após o Baile do MET a exposição será aberta para o público no dia 10 de maio, e ficará em cartaz até 08 de outubro de 2018; o ingresso adulto custa US$ 25

  • EM TEMPO: você já deve ter ouvido falar no documentário First Monday in May, lançado em 2016, mas já que estamos no tema vale reforçar aqui a dica para assistir! O filme mostra a organização da mostra China: Through the Looking Glass (aquela de Rihanna com o icônico vestido amarelo Guo Pei), e se você acha que vai ficar obcecada por Anna Wintour negando esse ou aquele convite, saiba que é o curador da expo, Andrew Bolton, quem rouba mesmo a cena. É fascinante ver toda a monumental preparação para uma exibição e evento desse porte – mesmo quem não é exatamente fã de moda vai gostar! Dá para encontrar trechos no Youtube e atualmente também está disponível no catálogo do NOW, serviço on demand da NET.
Posts Relacionados
PERFIL
Camila Coutinho
MOST WANTED

Copyright © 2018 - garotasestupidas.com - Todos os direitos reservados
Designed and Created bt Condomínio Network
INSTAGRAM
Copyright © 2018 - garotasestupidas.com - Todos os direitos reservados | Designed and Created bt Condomínio Network