Guia de Casamentos 2014: experts contam o que está em alta e em baixa!

23 maio 2014
- Por Camila Coutinho
Comente Aqui
23
maio
Guia de Casamentos 2014: experts contam o que está em alta e em baixa!
23 maio 2014 - Por Camila Coutinho

montagem_casamentos1

Maio, mês das mães e…..das noivinhaaaas – ai como eu odiava que me chamassem assim nos preparativos do casamento! kkkk Tava pensando em como poderia abordar o assunto de maneira diferente e, depois do post das trends de vestido, preparamos um dossiê ultra detalhado do que está em alta e em baixa em cada detalhe desse momento tão importante (e tenso!) das nossas vidas. A gente sabe que não existe REGRA ou certo e errado nessa ocasião (cada noiva um mundo, tem que ser fiel ao seu estilo!), mas no final das contas é sempre bom estar atualizada né Brasil?!?!

Pra isso, convidamos um time de experts pra dar opinião sobre vestido de noiva, traje do noivo, buquê, decoração, estilo da festa e cerimônia, doces, bolo, lembrancinhas, atrações da festa, etiqueta com os presentes, lua de mel e muito mais! Prepara o fôlego que o post é longo – mas muito útil para quem tá com a data do “game over” marcada! hehe

O time top que deu as informações: Júnior Mendes, expert em beleza, Constance Zahn (do site homônimo), Camila Piccini (Say I Do), Fernanda Floret (Vestida de Noiva), Gizella Luglio (Boutique de 3 eventos) e Jamine Tinoco (Dreams by Lead assessoria)

montagem_casamentos2


Em alta: manga longa! Decote nas costas, transparências com renda, saia volumosa e tule também são outros detalhes que Constance Zahn cita como destaque no momento. (leia mais sobre o assunto aqui!)


Em baixa: “O tomara que caia, mas deve voltar, pois muita gente gosta”, comenta Camila, do Say I Do. “Tomara que caia em outros tempos reinou absoluto, mas não é mais o preferido das noivas”, concorda ConstanceJamine Tinoco, da assessoria Dreams, ainda aponta uma vantagem boa com a saída do tomara que caia de campo. “Tem a questão da segurança da noiva também, é muito feio ficar segurando ou puxando o vestido toda hora…”

casamentos-cabelo-make

Em alta: com a palavra Júnior Mendes, responsável pela beleza de 10 entre 10 dos casamentos mais luxuosos do Brasil! Acredito que a noiva tenha que ser o mais clássica possível, mas moderna ao optar por uma sombra mais cintilante, que tem um brilho, mas que não é de glitter, é mais acetinado”, conta. Ele costuma usar um mix de três tons de marrom – um para profundidade, outro para dar uma amendoada e outro para deixar o olhar mais marcante -, cílios postiços (sempre!) e rímel à prova d’água. “Os olhos estão mais marcados, mais delineados, pois é onde está a expressão da noiva”. Em contrapartida, prefere uma boca nude ou rosa antigo (ama o Crème Cup, da M.A.C.!).

Para o cabelo, Júnior conta que o preso, coque bola ou mesmo despretensioso e com risca no meio, está em alta. “As noivas estão gostando mais do penteado, elas até se sentem mais seguras”, diz. “Quando aparece um cabelo solto é mais com as ondas largas, tipo Rita Hayworth, mas com uma aparência mais ‘desmontada’”.

Em baixa: “Sempre recomendo fugir das cores com cara de moda, como laranja e pink nos lábios, pois quero que a noiva veja o álbum daqui alguns anos e ainda se sinta moderna e atual”, comenta. O batom vermelho é lindo, ele diz, mas fica melhor para madrinhas e mãe dos noivos. A sombra preta pode aparecer, mas de forma mais difusa, esfumada com marrom. Já a sombra prata… Nunca! É muito cafona, fica over, terrível na foto!”.

No cabelo, as tranças, de tanto que foram usadas, acabaram cansando um pouco. E dica para as madrinhas e convidadas: Tiara e acessórios de cabelo do tipo são só para a noiva! Em um casamentoa irmã do noivo foi com uma tiara e parecia que queria aparecer mais que a noiva!”.
2.casamentos-buques
Em alta: peônias, indica Constance, além do tradicional branco e verde, que Fernanda Floret também gosta, além de orquídeas e tons pastel. No formato, Camila Piccini indica os desconstruídos.

Em baixa: “Muitas noivas amam buquê de flores vermelhas. Eu particularmente não gosto, o risco de ficar deselegante é grande, a não ser que você esteja se casando em Vegas”, comenta Fernanda. Constance também concorda que o vermelho é perigoso!

3.dia-da-noiva
Em alta: fazer o dia da noiva em casa com as amigas! “Uma delícia e a festa já começa por lá!”, comenta Camila. “Se arrumando em casa ou no hotel as fotos ficam mais bonitas, a noiva fica mais relaxada, e em casa dá para incluir objetos próprios no making of”, indica Fernanda.

Em baixa: passar o dia no salão só com a mãe e avó. “A luz branca, barulho de secador e atraso dos salões, ninguém merece!”, diz Fernanda.

noivo
Em alta: “Smoking e terno, e fraque é atemporal. Para casamentos na praia, terno de linho”, indica Constance. Nessa ocasião, o cinza-claro também é indicado, diz Camila. Na modelagem, Jamine e Fernanda apontam para ternos secos e feitos sob medida. “O colete fica super charmoso e a gravata gelo ou off white também”, diz Jamine.



Em baixa: “Noivo com camisa preta, acho horrível”, diz Fernanda. “Terno branco – é mais do que ‘em ‘baixa’, é ‘completely out’ -, plastron e pérola na gravata”, enfatiza Constance.

5.casamento-estilo-cerimonia

Em alta: todos os experts concordam que as cerimônias durante o dia estão com tudo. “No fim da tarde, aproveitando o pôr-do-sol”, diz Constance. “Na praia e na fazenda, pois as pessoas estão buscando cenários bonitos naturalmente para se casar”, comenta Fernanda. Os destination weddings também ganharam espaço entre quem quer ter mais tempo com os convidados e um lugar mais exclusivo. “Mas os casamentos tradicionais nunca perdem sua majestade, igrejas tradicionais em São Paulo continuam com a agenda concorrida!”, comenta Gizella Luglio, da Boutique de 3.

Em baixa: “Casamento over nunca é legal, com muita informação visual , caricaturas, parece que querem mostrar tudo de novidade numa noite só”, diz Jamine. “Acho coisa como chegar de helicóptero exagerado e desnecessário. Fora que levanta poeira, vento, bagunça o cabelo de todos os convidados (e da noiva!)”, aponta Fernanda.

  • CLIQUE ABAIXO E CONFIRA: Convites, decor, jantar, doces, lembrancinhas e +

6.casamento-convite

Em alta: “Convite em formato quadrado e retangular vertical, mix de fontes e design mais contemporâneo. Ilustrações e aquarelas são detalhes em alta”, indica Constance, que aponta o retangular horizontal, com monograma e texto em fonte cursiva um modelo atemporal. “Convites clássicos, principalmente com monograma dourado, combinam com a preferência dos brasileiros por casamentos românticos. Convites cortados a laser e com a antiga técnica de letterpress também estão em alta”, diz Fernanda. Se o casamento for moderninho, dá para fazer coisas diferentes como um infográfico com a história do casal, ou desenhos da Igreja ou de algo que remeta à cerimônia e à festa (dica da Camila).

Em baixa: “Convite enorme (que eu carinhosamente chamo de ‘jogo americano’), que acaba ficando pretensioso e não chic. Cristal no convite também está em baixa, porque uma boa papelaria dispensa brilho colado. Caricatura também está super em baixa” (Constance). “Colocar foto dos noivos no convite não dá!”, comenta Fernanda.

7.casamento-decor

Em alta: “Aquela cara de ‘estamos fazendo em casa’”, diz Camila. Ela e Fernanda também apostam no uso de objetos pessoais na decoração e na décor aérea, como jardim suspenso de flores na mesa de doces, ou luzinhas e laterna japonesa no teto do salão, pois os convidados prestam mais atenção. “Casamentos de manhã pedem flores românticas, cores leves e materiais naturais. À tarde pode ser com cores mais vivas, com toque vintage. À noite as cores vibrantes e quentes, com peças mais trabalhadas e com espelhos estão sendo mais usadas” (Jamine). “Em termo de cores, vejo muito tons de fúcsia, ou tons românticos de rosa, ou azul” (Fernanda). A decoração tem que ser de acordo com o local da cerimônia e/ou festa escolhido. Por exemplo, não dá para fazer um casamento cheio de lustres de cristal na praia ou utilizar flores como tulipas em locais de muito calor, onde eles murcham” (Gizella).

Em baixa: “Exagerar demais, inclusive pensando em sustentabilidade” (Camila). “Aconselhamos decorações temáticas para outras festas como chá-bar, chá de cozinha, chá de lingerie” (Gizella). “Decoração com muitas imagens do casal (caricatura, fotos demais), casamentos com muita ostentação” (Jamine). “Querer servir finger food, mas montar uma mesa posta completa, não combina! A decoração da mesa deve estar de acordo com o serviço escolhido. A decoração de arranjos florais em garrafinhas também já cansou um pouco (Fernanda).
1casamento-buffet

Em alta: “Ilhas de aperitivos não substituem os buffets, mas é algo para que os convidados não dependam do serviço de canapés” (Gizella). “Incluir sushi e área de temakis está fazendo muito sucesso, além do lanche da madrugada: hambúrguer, batata frita, tapiocas e coxinhas em novos formatos, mais sofisticada” (Jamine). No mais, em geral opta-se pelo serviço americano para que os convidados fiquem mais à vontade, e à francesa está voltando em mini weddings.

Em baixa: “Cardápio com muita fritura, com muito folhado. Cascata de camarão ou lagosta” (Jamine). “Acho que as pessoas cansaram um pouco de finger foods”, diz Camila.

2casamentos-doces

Em alta: “Mesas temáticas, doces brasileiros, chocolates, brigadeiros gourmet, mini cheesecake, mini brownies e mini sobremesas em geral”, indica Constance. Camafeu de nozes e bem-casados, forminhas de flores, são atemporais. E fique atenta: “os doces que saem mais são os de chocolate”, aponta Gizella.

Em baixa: “A febre dos cupcakes passou um pouco”, diz Constance. “Escolher 10 doceiras. Não precisa ter tanta gente diferente assinando a mesa, foque em no máximo 3 e esta ótimo, inclusive para elas se organizarem!”, indica Camila.

3casamentos-bolo

Em alta: bolo branco de 4 ou 5 andares, decorado com flores de açúcar, e “noivinhos de porcelana”, indica Constance, como os da Lladró (Gizella). O naked cake continua em alta, principalmente para casamentos de manhã ou à tarde, e surgem agora também os painted cakes.

Em baixa: noivinhos de biscuit ou que imitem os noivos, como se fosse uma caricatura (Constance e Camila).

4casamento-valsa


Em alta: a música do casal, com a dança ensaiada. “Se o casal vai dançar a nossa primeira pergunta para eles é: vocês querem fazer uma aula de dança? Não para ter algo coreografado mas sim para ficar um dança bonita”, diz Gizella.

Em baixa: “Coreografias (tipo um flash mob) foram um modismo que durou pouco tempo”, diz Constance. “Coerografias com os convidados devem ficar para as festas de 15 anos”, aponta Gizella. “E se um dos noivos for tímido, não adianta forçar a barra para ele/ela dançar uma coreografia elaborada e deixar a pessoa constrangida”, aconselha Fernanda.

5napista


Em alta: “Cabine de fotos, plaquinhas, carrinho de sorvete, de temaki, de tapioca (carrinhos com quitutes em geral…)”, diz Constance. “Tem carrinho de brigadeiro sendo enrolado na hora, na pista, por exemplo!”, completa Fernanda. “Carrinho de churros, mini pizza, hot dog, tudo bem gordinho! rs Cabine de fotos é super divertido também!” (Camila).

Em baixa: escola de samba e apetrechos como óculos, boás de plumas, chocalhos, pulseiras de neon, etc. “Ninguém fica bonito na foto assim!”, comenta Fernanda.

6.casamento-lembrancinhas

Em alta: “Bem casados são tradicionais e, portanto, estarão sempre em alta. Pode ser somente ele como lembrancinha sim. Aliás, lembranças comestíveis são sempre as favoritas dos convidados. Pode ser chocolate, macarons, pão de mel, amêndoas…”, avalia Fernanda. “Amêndoas confeitadas (dragées) voltaram, além de presentes especiais e personalizados para os padrinhos”, diz Constance. Uma opção para quem não gosta das anteriores é o Lace Cake, indica Jamine, que é um míni bolo rendado em uma caixa linda ou até mesmo míni bolo de rolo, que todos amam! “Estão em alta também as lembrancinhas feitas pela própria noiva (ou família), o chamado DIY. Podem ser biscoitinhos, geleia, porta guardanapo, qualquer coisa manual feita com carinho”, diz Fernanda.

Em baixa: “As Havaianas perderam um pouco o espaço para as rasteirinhas e sapatilhas”, avalia Constance. “Objetos com a caricatura ou nome dos noivos muito grande, ninguém usa depois e vai para o lixo!”, diz Fernanda. Ímã de geladeira e sandálias em saquinhos de organza estão out para Jamine.

7-presentes

Em alta: “Listas de presentes em sites que reúnem todas as opções (objetos de casa + eletrônicos), lojas de decoração, cotas de lua-de-mel e sites que convertem o presente em dinheiro para os noivos”, diz Constance. “Nós indicamos colocar um número de R.S.V.P. e lá as pessoas ligam e perguntam sobre a lista de presentes, caso você não tenha um número, não se preocupe, as pessoas acabam espalhando por onde se encontram as listas”, explica Gizella.

Em baixa: “Mandar a lista de casamento com o convite é considerado deselegante, pois parece que se convidou com o intuito de ganhar presente”, avisa Constance. Não é nada OK colocar a lista no convite! Faça um site e coloque o link dele (no www.casar.com tem layouts lindos), e lá as pessoas descobrem onde está a lista!”. E o tal de cortar gravata e passar sapatinho da noiva para arrecadar dinheiro? “Isso é muito desagradável e feio!”, enfatiza Jamine, opinião que as outras experts compartilham também.

8.fotos

Em alta: fotografia com estilo “editorial”, ou seja, com um “posado natural”, em que o fotógrafo dirige levemente o momento (como um beijo, detalhe dos noivos dando as mãos, etc). “Cliques legais são aqueles que mostram a cumplicidade entre os noivos – um olhar, mãos dadas, rostos colados…”, exemplifica Constance“Vale ressaltar que algumas fotos clássicas posadas, como com a família, também podem ser lindas e é algo para guardar a vida inteira. Como da família real da Inglaterra, sabe?”, indica Fernanda.

Em baixa: quando o fotógrafo pega única e exclusivamente os momentos espontâneos sem se importar muito com os momentos importantes nem com enquadramento. “Não funciona: noiva com mão na cintura. Fica estranho e forçado, não é look do dia. O ideal para um retrato da noiva é simplesmente segurar o buquê”, diz Constance. “Muito photoshop nas imagens, imagem em preto e branco com um detalhe colorido, péssimo, ninguém merece!”, comenta Fernanda.

9luademel

Em alta: viagens que misturam cultura, gastronomia e lugares paradisíacos para descansar, como Tailândia, Ásia e Europa Oriental (Vietnã, Cambodja, Croácia, Turquia…), além das clássicas ilhas do Caribe, Seychelles, Tahiti.

Em baixa: não tem! “Afinal, independente do local, o casal que faz a felicidade da situação!”, disse tudo, Fernanda!

  • Ufaaa… Chegaram até aqui, meninas? kkk Gostaram do guia? Mais alguma dúvida sobre casamentos? 
Posts Relacionados
PERFIL
Camila Coutinho
MOST WANTED

Copyright © 2017 - garotasestupidas.com - Todos os direitos reservados
Designed and Created bt Condomínio Network
INSTAGRAM
Copyright © 2017 - garotasestupidas.com - Todos os direitos reservados | Designed and Created bt Condomínio Network