Estudando moda: Buenos Aires

31 ago 2009
- Por Camila
(114) views
31
ago
Estudando moda: Buenos Aires

 di

NA FOTO: Fachada da UP, uma das faculdades mais famosas de BsAs!

Estudar fora é sempre o sonho de quase  todo mundo né? Conhecer outro país e curtir outra cultura ao mesmo tempo que aprendemos é muuuito legal e quem já foi sabe, realmente vale a pena!

Mas e se o curso/faculdade em questão for relacionado a moda? Se o povo já fica inseguro de se inscrever nesse tipo de curso aqui no Brasil, imagine o quanto de dúvidas devem aparecer na hora de se mudar,  investir em uma nova vida e até aprender um novo idioma?

Conheço várias fashionistas que resolveram se jogar nessa aventura! Nesse novo tag, vou tentar passar um pouquinho da experiência delas e dar mais segurança pra quem também pretende virar fashionistagringa! ahahaha

Pra começar, uma cidade que muita gente conhece bem: Buenos Aires. Só daqui de Recife, conheço 3 meninas que arrumaram as malas e se mudaram de mala e cuia pra estudar na capital porteña! Escolhi Diana Vale , minha ex colega de faculdade, pra contar um pouquinho do seu dia a dia pra vocês….

di2

NA FOTO: Diana nos sofá de seu “cafofo” se jogando no msn! ahahah

1. Porque estudar moda na Argentina?
 E por que não? Quando se pensa no pacote completo,custo de vida x qualidade de ensino, Buenos Aires se mostra uma ótima opção! Com o peso super desvalorizado, o meu custo de vida aqui em BsAs se torna praticamente o mesmo que eu tinha em Recife, só que com a vantagem de estar morando na capital de um país que ,além de ter bons cursos de moda, é cada vez mais conhecido por ter uma moda de rua bastante inspiradora!

2. Voce fez metade do curso em Recife e agora está concluindo na UP (Universidad Palermo). Qual a principal diferença entre o ensino brasileiro e argentino?

Não posso falar a nível Brasil ,porque só estudei em Recife, mas posso comparar o ensino de Recife com o daqui de Palermo. Acho que uma grande diferença é que a faculdade de PE ainda está em uma fase bastante embrionária (eu fazia parte da segunda turma) e o tempo é fundamental para aperfeiçoar a qualidade de um curso. Depois de 3 anos estudando lá, eu ainda sentia muita carência em algumas matérias e um pouco de despreparo de alguns professores.  A universidade que estudo atualmente, UP, investe muito no aluno! Sempre nos mantém bem informados, através de um jornal mensal que fala sobre todos os eventos que vão acontecer no e dá acesso a cursos gratuitos de corel, photoshop, ilustrator, indesign, tudo pra ajudar o aluno no rendimento da universidade. Fora que exige muuuito do aluno! Nem pense em fazer os trabalhos “de qualquer jeito”, vai reprovar lindamente! ahahha

di4

NA FOTO: Flagra no curso de design de sapatos….

3. Sente que ,por morar em outro país, as oportunidades de emprego/estágio são melhores? Ou a concorrencia é grande e dão preferencia aos profissionais argentinos?
Bom, eu ainda não busquei trabalho na área, até porque no primeiro semestre estava me adaptando ao país, universidade etc. Mas pelo que eu conversei nas fábricas que fui, acho que os brasileiros tem muitas oportunidades aqui! O Brasil sempre é citado (eles sabem e reconhecem a força do SPFW/Fashion Rio) e os argentinos adoram a moda brasileira, acham os nossos designers muito competentes.

4. Na sua opinião, porque tantos fashionistas brasileiros estão indo estudar em BsAs?
 Acho que as pessoas estão decidindo viver aqui, justamente por ver que a cidade está crescendo no ramo da moda. O fato de participarem este ano pela primeira vez na semana de moda de NY, é uma prova da evolução da moda porteña. Acho que fatores como financeiros, a própria cultura daqui, clima, uma experiência de viver fora e aprender um novo idioma, também são fatores decisivos. 

salaaa

5. A moda argentina tem alguma característica mais marcante?
Naturalidade e liberdade! Eles tem uma forma muito bacana de se vestir. Aquele street wear bacana de se ver, mas com toda naturalidade do mundo. Dá pra ver que a pessoa não passou horas para fazer uma montação, sabe?  Adoro os cabelos estremamente dessarrumados das porteñas, do tipo acordei e prendi pra cima com uma presilha colorida gigante, ou um laço e muitos grapinhos. É a liberdade de se vestir sem pensar no que o outro vai pensar (o que é quase impossível de fazer ai em Recife né?!) !

6. Todo mundo que visita a cidade não deixa de conferir a feira de Palermo com um montão de novos estilistas. Pelo que voce já viveu por aí, como percebe o mercado pra essa nova leva de criadores?
Eu adoro as lojas!!!  Acho que tem muitas marcas locais bacanas, com propostas muito legais também. Mas aquelas feirinhas que tem ali na plaza serrano não curto muito não! Você passeia horrores e ,no fim das contas, é tudo muito igual! Não gosto da qualidade e muito menos do design. Se eles querem se destacar do restante e sair dali pra uma loja de verdade, deveriam investir mais em matéria prima diferenciada e no acabamento das peças!

diana

NA FOTO: Diana e amiga e exposição na BAFWEEK…

7. Já foi na BAFWEEK (semana da moda de Buenos Aires)? O que achou?
 Sim! Acho que o evento tem uma proposta bem diferente dos brasileiros! Primeiro que não rola aquela repercussão na mídia. Não tem “globais” se matando pra estar na primeira fila e ninguém precisa mexer mil pauzinhos para conseguir o convite, pois eles sempre estão a venda ou são distribuídos pelos próprios designers. Creio que esse evento é mais de interesse a compradores, mas o pessoal sempre vai pra dar aquela conferida! 

diana2

NA FOTO: Lounges e stands de novos criadores na BAFWEEK...

 8. Dicas pra estudantes de moda que estão pensando em seguir o mesmo caminho?

Se você já estuda moda no Brasil e gostaria de terminar o curso aqui sem perder as matérias que já cursou
a UP é a opção indicada! A faculdade é ótima e o valor do curso é acessível ,praticamente o mesmo que eu pagava no Brasil. O curso dura 4 anos e o máximo de equivalências (matérias do curso antigo) que aceitam são 20, o que equivale a 2 anos de curso.  Busque bastante no site (www.palermo.edu), envie e-mails e tire todas as suas dúvidas – eles respondem e ajudam na hora da transferência.
 
 Para quem ainda não iniciou o curso ou estudou apenas um ano e abriria mão desse tempo ,em nome de entrar em uma universidade super boa e gratuita, a UBA (Universidad de Buenos Aires) é uma opção super boa!  Essa faculdade também tem uma fama de ser extremamente pesada, muita gente que tenta se formar em moda lá acaba desistindo pelo cansaço…então pense bem!
 
Outra dica que eu dou é vir um mês antes de iniciar as aulas, caso você não fale espanhol.  Nesse período de férias, você vai aprender bastante coisa da cidade e da própria língua, o  que vai te ajudar na hora de entrar na universidade e entender as aulas. Outra dica é ficar o primeiro mês em uma residência estudantil bacana e dividir quarto! Isso é bastante importante pra quem tá chegando sem conhecer ninguém, você vai conhecer pessoas na mesma situação que a sua e ,se tiver sorte, vai conseguir companheiras pra dividir apartamento!
 
Foi na residência Mayor que eu conheci as 3 colombianas que vivo atualmente, e que continuarei vivendo até o fim do curso do meu curso. O custo pra viver aqui no apartamento é o mesmo que o da residência, mas com as vantagens de poder receber visitas, cozinhar e usar tudo na hora que eu bem entender!

DIANA3

NA FOTO: Um pouco do estilo dos argentinos na semana de moda...
  • Pra ler mais sobre os prós e contras de morar na cidade é só clicar!

9. Quais os prós e contras de morar no país?

CONTRAS:

  1. O valor da moradia: Isso sim é super alto! O valor que pago no meu ap de 2 quartos (cerca de U$ 1.200,00) pagaria em um aluguel de um apartamento bemmmmm maior no Brasil! Por essas e outras divido o cafofo com outras 3 chicas…
  2. Comida: Odeio a comida daqui! Quem é extremamente carnívoro vai se dar bem, mas quem gosta de frutas ,por exemplo, vai penar com a pouca variedade e preços bem salgados!
  3. Sistema de cobrança nos onibus: Não tem cobrador e a máquina só aceita o valor exato da passagem! Já fiquei duas vezes sem conseguir voltar pra casa porque não tinha dinheiro trocado! ahahaha
  4. Protestos:  Os argentinos protestam demais e por muita coisa, tipo todo dia mesmo!

PRÓS

  1. Custo: Viver em um país que a moeda vale muito menos que a sua!
  2. Locomoção: Táxi super barato e transporte público de qualidade.
  3. Segurança: Me sinto bastante segura em comparação com a falta de segurança de Recife! Posso voltar caminhando de um bar em plena madrugada!
  4. Cultura: É uma cidade muito rica em cultura. Sempre rolam peças de teatro, filmes, exposições, shows etc
  5. Vida noturna: Muitas opções de bares e casas noturnas muuuuito legais…
  6. Idioma: O espanhol é super rápido de aprender e o governo até disponibiliza cursos grátis para estrangeiros na UBA!
  7. Moradia: Apesar do aluguel de apartamentos ser caro, também rola uma variedade enorme de residências estudantis em vários lugares e com preços variáveis também.
  •  Mega post hein gente?! ahahaha Quem quiser mais informação e trocar idéia com a própria Diana, é só falar que eu posso até disponibilizar o email dela nos comentários!
Posts Relacionados
PERFIL
Camila Coutinho


MOST WANTED

Copyright © 2015 - garotasestupidas.com - Todos os direitos reservados
Designed and Created bt Condomínio Network
INSTAGRAM
Copyright © 2015 - garotasestupidas.com - Todos os direitos reservados | Designed and Created bt Condomínio Network