Alt+Shift+c Ir para o conteúdo Alt+Shift+m Ir para o menu Alt+Shift+b Ir para a busca Alt+Shift+f Ir para o roda-pé

Garotas Estúpidas por Camila Coutinho

Dicas de viagem

19 mai

2013

Dica de hotel e restaurante em NY!

por Camila


Antes de encerrar o assunto NY, tenho duas diquinhas quentes pra dar aqui no GE sobre a cidade! Começando pelo hotel incrível que a Coach reservou para os nossos 4 dias na cidade: o Mondrian Soho! Das vezes que viajei pra lá, já fiquei em apartamento, hotel tosco, normal/tradicional e 2x em hotel boutique, esse e o Dream com a Melissa, lembram!? Posso dizer com toda certeza que se hospedar em um lugar charmoso dá todo um toque especial á experiêncianew yorker“. Vale a pena reservar um tiquinho do budget pro hotel, ainda mais se for dividir com as amigas!

O Mondrian de NY (tem em L.A e Miami também!) inaugurou recentemente e tem o design/decor inspirado na versão surrealista de Jean Cocteau para a Bela & a Fera. A maioria dos móveis é azul com branco e a cartela de cores continua nos quartos, com móveis super moderninhos e alguns toques suaves de barroco. Apesar do quarto ser meio pequeno (eu, diego e minhas 2 malas ficamos apertados! kkkk), as janelas são enooormes e a vista para a cidade é muito maravilhosa, até no banheiro tem um janelão! kkk Imagina a delícia tomar banho admirando aquela “concrete jungle” que é NYC.

Outra coisa legal é que o staff é muito eficiente e detalhista, diariamente deixam um postcard na cama com mensagem inspiradora, frutinhas e disponibilizam um iPad pra cada hóspede usar durante a estadia! Mimos que fazem a diferença…

E como não podia ser diferente, um hotel badalado tem que ter também um restaurante e uma balada legais né?! hehe O Isolda Trattoria & Crudo Bar funciona o dia todo (café da manhã dos deuses!!!) e tem um ambiente maravilhoso, teto todo de vidro, parece uma estufa. Além do restaurante, rola também um lounge bar “chinatown inspired” chamado Mister H que parece ser bem animado – não consegui ir, mas me falaram super bem!

E depois de tudo isso que falei, tem mais um detalhe importantíssimo no Mondrian que não posso esquecer de comentar: a localização! Soho é Soho, lojas mil e restaurantes ótimos pertinho, dá pra fazer tudo a pé! Show!

(Vista do meu quarto ao anoitecer!)

(O Isola Trattoria a noite, olha que astral!)

E a outra dica muito boa é o italiano Carbone, que fica no mesmo endereço do antigo (e tradicional Rocco’s!). De Rich Torrisi e Mario Carbone, os mesmos donos do Parm e do Torrisi Italian Specialities, inaugurou esse ano e já é um dos restaurantes mais hype (odeio essa palavra, mas falando em NY é impossível não usar! kkkk) do momento.

Com decor inspirado nos 50′s, uniforme dos garçons desenhado por Zac Posen e curadoria das obras de arte assinada pelo jovem e badalado Vito Schnabel (que por sinal parece que tá namorando a Demi Moore! kkkk), é fácil se deixar encantar pelo ambiente e desconcentrar do principal: a comida! Mas é realmente uma delícia, todos os pratos da mesa estavam impecáveis, recomendo muito.

Não deixem de ir!! Façam reserva antes, procurem o garçom português que é super gente boa e caprichem no look, porque você pode topar com celebs como Jay-Z, Sarah Jessica Parker e Isla Fischer por lá!

  •  Gostaram das dicas meninas?! Tão sabendo de mais alguma novidade boa por lá?! Me contem nos comments!

Tags:


Comenta, fia:15
04 mai

2013

Diário de Viagem – Barcelona!

por Sthefany Passos

Fotos: Bruna Valença | Reportagem: @sthefanypassos

Como se não bastasse o desfile dos sonhos da Pronovia, a locação para o show era maravilhosa por si só: Barcelona.

A capital catalã é um lugar incrível. Impossível não suspirar a cada esquina com seus cafés e restaurantes a céu aberto, com seus deliciosos 15 graus de início de primavera e com a arquitetura perfeita que marca a cidade inteira. Nosso hotel ficava bem próximo ao Passeig de Gràcia, principal via de compras de Barcelona, então estávamos próximas ao movimento e fazíamos tudo a pé. A caminhada por lá não poderia ser mais agradável: são lojas e mais lojas, entre H&M, Mango, Zara até Chanel e Louis Vuitton, com vitrines coloridas dando boas vindas à nova estação. Distraídas com as construções charmosas e com o tempo fresco, poderíamos andar por quilômetros sem perceber! Ainda assim, ir à Barcelona apenas para fazer compras seria um insulto a Gaudí e seus conterrâneos, então decidimos sair do perímetro do hotel para aproveitar o que Barça tem a oferecer de melhor.

Tiramos um dia inteiro para conhecer alguns pontos bem específicos (não tinhamos tempo para roteiros mais completos!), mas acredito que foi o suficiente para dizer que estivemos em Barcelona de verdade. Passamos pelo Parc Güell, um lugar extraordinário assinado por Gaudí e recheado de mosaicos coloridos que são a marca do arquiteto. Do alto do parque é possível ver a cidade inteira, e para brindar à vista vale sentar para tomar um gelato ou uma sangria. Uma dica é ir ao parque com bastante tempo livre, pois ele é muito extenso e merece o tempo que for preciso para ser explorado!

Depois de conhecer o parque, voltamos ao Passeig de Gràcia e caminhamos até Las Ramblas, um local super agitado onde se encontram várias ruazinhas cheias de atividade comercial e movimento turístico. É o paraíso dos souvenirs e das flores! Só por comparação, lembra bastante a Calle Florida, em Buenos Aires. É também por ali que fica o Mercat de La Boquería, com suas coloridas “macedonias”, saladas de frutas, e os sucos de frutas que vão do abacaxi com kiwi a coco com morango. Custando apenas 1,50 euro, impossível deixar de se aventurar em algum dos sabores – o difícil mesmo é escolher qual! 

Depois do mercado, fechamos o dia com o sol se pondo no Porto de Barcelona, um lugar lindo com cheirinho de pipoca que mais se parece com cenário de filme. A vontade que dá é de ficar por ali mesmo, morando em um daqueles barcos, só para acordar todos os dias olhando para o Mar Mediterrâneo. Foi para fechar a viagem com chave de ouro, sabe? Como se não bastasse o desfile de noivas na noite anterior, o dia foi para se apaixonar também!

Confiram as fotos:

 

Tags:


Comenta, fia:11
01 mai

2013

Os Mercados de Madrid!

por Camila

Na primeira vez que fui a Espanha (Barcelona na lua de mel!), fiquei a apaixonada por esse jeito “tapas” de comer! kkkk É a minha cara sempre ficar na dúvida do que pedir e preferir mil vezes um monte de entradinhas a um só prato principal. Também não gosto de cozinha muito “fresca”, adoro comfort food simples e gostosa. Quem concorda comigo? hehe

Por essas e outras, sou fã da culinária espanhola e me encantei com os mercados de Madrid! Durante os 4 dias de viagem fomos em vários restaurantes legais e uns mais chiques até, mas nenhum barrou o estilo descontraído e charmoso desses espaços. Recomendo de olhos fechados a todos que passarem pela cidade! Mas rasgação de seda com patatas bravas a parte, vamos começar a falar de cada um né?

Começando pelo San Antón, que fica no bairro descolex Chuecas. Nesse dia, pela manhã, fizemos um tour de lojas por lá e terminamos no mercado pra almoçar. Logo na entrada ficamos todas passadas com a organização do local! Eu esperava algo mais bagunçado sabe? Tipo mercadão mesmo! hehe Mas o prédio, que foi reformado em 2002, é bem moderninho e parece um shopping de gostosuras. São uns 3 andares com corners oferecendo todo tipo de comida: desde peixes, frutas, verduras e hamburgueres, até sushi e as famosas tapas, claro – que custam a partir de 1 euro! O cliente pode comer no balcão e nas mesinhas, ou levar a compra para ser preparada no “La Cocina de San Antón”, restaurante do terraço.

E como era domingo e tava um formigueiro, preferimos almoçar lá em cima mesmo no restô! Pedimos o jamón ibérico de entrada (melhor que já comi na vida!!!!) e de prato principal fui de frango ao curry, que tava gostoso, mas não incrííível. Já as sobremesas abalaram! O sorvete de doce de leite tava divino (e olha que nem amo tanto!) e o cheesecake uma deli também!

Aí quando postamos no insta sobre o San Antón, um monte de leitoras começaram a comentar sobre o Mercado de San Miguél, que fica pertinho da Plaza Mayor, super cartão postal de Madrid. O prédio histórico de 1916 passou por 2 anos de reforma e reabriu com uma proposta mais gourmet, mas sem perder o toque antiguinho (e charmoso!) da estrutura de ferro e bancas de madeira. A variedade é tanta, que vale dar um giro antes de finalmente escolher onde parar e comer. O que não quer dizer que você não vai precisar voltar pra provar mais coisas ok?! hehe

Passamos lá antes de almoçar em um restaurante onde tinhamos um compromisso, mas não resisti e comprei uma mini paella de mariscos por 4 euros na Paella e Olé! Tava muito suculenta, eu e Nati Vozza detonamos! Do lado dessa lojinha, uma outra de iogurte natural ma-ra-vi-lho-sa, com sabores bem diferentes como pistache e chocolate branco ou manga e frutas do bosque. Vontade de levar todos!

Se for a Madrid, please não deixa de passar lá tá? Indico pra almoço, lanchinho rápido ou até na madruga boladona, pré ou pós balada, já que nos finais de semana San Miguél fica aberto até as 2 da manhã. Diz que é super animado, sempre lotado e ótimo pra conhecer gente nova. Ah! Sobre preços, os tapas estão entre 1 e 5 euros, bem bom!

  • MERCADO SAN MIGUEL: Plaza de San Miguel, s/n, 28005 | Telefone:+34 915 42 49 36
Gostaram meninas?! Alguém aí já foi em algum desses mercados?! Dividam as dicas nos comments!

 

Tags:


Comenta, fia:27
26 abr

2013

Diário de viagem – Londres, dia 04

por Camila

Quem tá ligada no instagram do GE (segue aí: @garotasestupidas), já tá sabendo que estou aqui em Madrid em uma viagem de bloggers bem bacana! Mas não podemos começar o capítulo Espanha sem finalizar Londres né não?! kkkkk Vou comentar rapidinho o último dia dessa viagem delícia pra fechar os posts e começar (em tempo “real”) a falar das novidades que estou vendo por aqui! Bora lá?

Bem, no quarto e último dia, acordamos cedinho e partimos direeeeto pra East London, área “hype” da cidade, onde tomamos café e demos início a um tour pelos arredores com uma guia especializada! O ponto de encontro e primeira parada, o café multiuso Pitfield London, já é uma dica imperdível. Além de sanduíches, sucos e doces beeem gostosos, o espaço reune também uma floricultura charmosinha e loja de decor INCRI! Amei várias coisas!

De lá partimos direto para as lojas, o lugar é cheio de multimarcas bacanas e com uma seleção descolada. Visitamos umas 6, mas confesso que achei algumas muito parecidas (nunca vi tanta camiseta listrada e Vans juntos, uniforme indie! kkkk), então selecionei 2 que curti bastante: a The Goodhood Store e a Start. A primeira é bem pertinho do Pitfield e, apesar de unisex, dou destaque a parte masculina que tem muuuuita coisa legal, tudo bem urbano, os mocinhos mais modernos iam amar! Já a Start é um prato cheio para a mulherada, só coisa linda de marcas como Acne, Carven, Rick Owens e Muberry. Tem muitos óculos escuros diferentões e acessórios de pirar! Não deixem de ir no andar debaixo, que tem SALE sempre.

Agora pra quem curte história da moda e um brechó daqueles top (kkkk ai que mico eu falando “tópi”), não pode deixar de passar no House Of Liza. O lugar reúne preciosidades de marcas como Moschino, Gianni Versace, Kenzo e Gaultier, tudo separado por tipo e o melhor: conservado e cheirosinho! São coisas caras, mas tem peças maravilhosas. Fora que em outra sala eles tem uma outra mega coleção, que não está a venda, e é alugada pra figurinos de filmes, editoriais de revistas e afins. Bem legal!

Depois de bater perna atéééé, paramos no restaurante The Albion, que fica dentro do hotel Albion. Achei bem massa o lugar e a comida uma delícia! Ótima chicken pie e fish n chips, podem mandar ver no carboidrato que vale a pena meninas! Se ainda estiverem com disposição depois do almoço, andem mais um pouquinho até Bricklane, bairro vizinho cheeeeeeeeeeeeio de brechós legais. Vale muito a pena!

De lá fui na loja do Tom Dixon comprar meus lustres (gente, paguei 1/3 do preço no Brasil mesmo em libra…AHAZEI!) e em seguida pro hotel me arrumar para a grande noite….o musical VIVA FOREVER! kkkkkkkk Antes de comentar qualquer coisa sobre, preciso mandar um salve pra Diego que me aguentou cantando “ifyouwannabemylover…” a noite toda e ainda me deu uma capinha de iPhone do VF no final! <3

Voltando ao que interessa, confesso que, pelas críticas que li, fui sem muita expectativa pro musical. Pensei bem assim: “Ah, só de ouvir as músicas e lembrar as dancinhas eu já fico satisfeita!“. Mas tive a grata supresa de assistir uma apresentação não só animada, mas muito engraçada! A história, como muitos pensam, não é sobre as Spice. Fala de um grupo de 4 amigas que quer ser famosa a todo custo e participa de um reality show tipo American Idol pra lançar sua banda.  As músicas vão se encaixando ao longo da trama, que também fala muito dessa parte fake e superficial do showbizz. 

Como se pode imaginar, o teatro fica praticamente lotado de mulheres (que vão em grupo e ficam bebendo drinks no maior embalo! kkkk) e no final todo mundo se levanta pra dançar umas 3 músicas junto com o cast. Muito bom! Achei leve e bem divertido, recomendo muito ir com as amigas e fazer uma noite flashback!

 E AGORA O MOMENTO JABÁ DAS AMIGAS: Marina Motta (autora do livro “Intercâmbio de A a Z” e minha friend da STB Recife que organizou meus 3 intercâmbios + lua de mel), me pediu pra avisar por aqui que a agência organiza viagens/intercâmbios com destino London pra todas as idades e a partir de 2 semanas! Além dos tradicionais cursos de inglês, tem também outros mais específicos com foco em business e moda.

  • Cabôô Londres gente! Me contem o que acharam desse tipo de post “tipo diário” cheio de informação?  hehe

 

Tags:


Comenta, fia:16
22 abr

2013

Diário de viagem – Londres, dia 03!

por Camila

Ai ai ai, não tenho jeito mesmo hein? kkkk Já vou fazer outra viagem legal esse final de semana e nem tinha terminado o nosso diário de Londres ainda! Mas como antes tarde do que nunca, aqui vai o dia 03 – amanhã já entra o quarto e último ok?

Começamos acordando mais cedo pra pegar um trem até a cidade de Leavesden, que fica a uma meia hora de Londres.Lá está o danado do Harry Potter Studio Tour, que é o estúdio original onde foi gravada a saga completa. Eu não sou fã (li apenas 2 livros!), mas fiquei curiosa por pensar na grandiosidade do negócio, imaginei algo bem impactante sabe? hehe Bem, não sei se fui mamona demais, mas me decepcionei um tiquinho. É um misto do parque da Disney com uma exposição de objetos do filme que fui em NY. Achei meio chatinho pra quem não é “hpmaníaco” sabe? O que achei mais legal do passeio foi a réplica do castelo de Hogwarts, onde foram montadas as cenas com interferências digitais, mudanças de estação etc!

Mas o bom é que é pertinho, então a tarde já estávamos de volta a Londres, prontos pra dar uma voltinha nas lojas – detalhe: segurando uma sacola enorme contendo uma almofada da Grifinória que comprei pra Tonca! hehe Passamos primeiro na Liberty, multimarca que mais amo na cidade, onde fizemos um tour guiado bem legal, mostrando alguns destaques da loja, que é enooorme. Lá tem de tudo, desde um departamento de beleza super completo, até os famosos tecidos da marca. A seleção é maravilhosa e super moderninha (ótimos “picks” de marcas de luxo e estilistas londrinos), fora que nessa visita descobri uma parte de brechó só de bolsas bem legal e fiquei ainda mais apaixonada pela parte só lenços, de pirar!

De lá, fomos direto pra outro tour na flagship da Burberry, lá na Regent Street. A loja, que é a maior da marca, é praticamente um ponto turístico viu? Vale muito a visita, mesmo que fazer comprinhas não esteja nos planos! hehe Lá tem tudo, de todas as coleções, inclusive um espaço só de maquiagem e o serviço “Bespoke”, onde você cria seu próprio trench coat, exclusivo e com os detalhes que quiser!

E apesar do prédio ser super antigo, a loja tem muitos detalhes high tech, como um mega telão onde passam os desfiles (inclusive ao vivo!) e uma tecnologia massa no provador: quando você entra com a roupa, na tela do lado passam vídeos e fotos da peça escolhida, bem legal!

Já tava morrendo de fome, mas como ainda tinhamos outra atividade antes do jantar, beliscamos mais Ben’s Cookies no caminho! hehe Gente, tem que provar, melhor cookie da minha vida!!! O de chocolate ao leite e o de amendoim são de outro mundo…

Depois desse dia mega movimentado, passamos no hotel pra deixar as compras e fomos direto para o London Eye! Já tinha feito esse passeio tradicional de dia e amei, mas a noite, e em uma cápsula exclusiva, foi ainda mais lindo. Nem sentimos o tempo passar lá dentro, de tantas fotos que tiramos da vista! kkkk

Pra finalizar o terceiro dia, jantar no Inamo, restaurante bem legal de comida oriental fusion que tem como diferencial o menu interativo! A comida é normalzinha, mas essa experiência de fazer os pedidos clicando na mesa, que vira um telão, faz o diferencial do lugar. 

  • Gostaram do terceiro dia?! Deixem suas dicas de London nos comments também hein?

 

Tags:


Comenta, fia:35
03 abr

2013

Diário de viagem – Londres, Dias 1 e 2!

por Camila

E com alguns diazinhos de delay (ainda bem que o conteúdo não é de semana de moda e sim férias, ufa!), aqui vai a primeira parte do diário de viagem em Londres – dividi em 2 posts, o segundo entra ainda essa semana. A viagem foi a convite do escritório brasileiro do Visit Britain, que promove o turismo na Grã Bretanha, e fomos eu, Diego, Federico Devito (Sim, ex “Vida de Garoto” e colaborador do Papel Pop!) e Pri, mídias sociais do VB.

Chegamos segunda de manhã e fomos direto pro hotel Intercontinental Park Lane, que fica em frente ao Hyde Park, super bem localizado. Como foi a primeira vez de Diego na cidade, ele aproveitou o motivo de comprar um chip londrino pro celular e foi dar uma volta nos arredores, enquanto eu, muerta da maratona REC – SP – PA, fui aproveitar o SPA e fiz uma massagem show pra dar uma amenizada no jet lag – ai que perua! kkkk

Tivemos uma horinha livre pra arrumar as coisas/descansar e depois descemos pra um tour guiado pelas instalações do hotel (AMEI ver a lavanderia, é muito lençol gente, Jesuis, haja sabão), seguido do tradicional chá da tarde. Gente, nas minhas outras 2 últimas visitas a Londres tinha tomado esse chá, mas esse do Intercontinental superou todos, sem brincadeira. No The Bekerley, aquele bem fashion, as comidinhas são lindas, mas não muito gostosas sabe? Nesse é tudo bom, comemos até não aguentar mais! #mortafomes Vale muito a pena dar uma pausa no passeio pelos arredores do Hyde Park pra ter essa experiência londrina, adorei!

Depois de tantos docinhos, subimos pra trocar de roupa pro amistoso Brasil e Rússia. Mas antes de sair, tietamos a seleção que tava hospedada no IPK também! Até foto com Neymar tirei gente! kkkk Tiete demais! Obviamente, como eu sou totalmente pé morno, o placar foi um belo empate boring e a maior emoção da noite foi encontrar por acaso com minha amiga Cacau, no jantar antes do jogo e depois descobrir que nossas cadeiras eram uma do lado da outra! Muito bom!

Saindo do Stamford Bridge, o estádio sede do Chelsea, fomos comemorar a feliz coincidência com um drink rapidinho no Sketch (restaurante incrível e super moderninho, com vários ambientes!) e depois corri pro hotel, tava desabando de sono!

DICA: Nem sou fã de futebol, mas amo ir em estádio, é sempre uma experiência muito divertida! Esse pacote nosso que incluiu jantar está a venda no site do Stamford Bridge, achei bem massa, tem várias opções de 150 a 395 libras – esse útimo com seats incríveis, jantar, champagne e muitas outras riquezas que não me convenceriam a gastar tudo isso em um jogo, mas que pra os homens deve valer muito a pena! kkkk

No dia seguinte, acordamos cedinho para um tour bem turistão, mas tava tão frio que invertemos a ordem e passamos na Oxford Street primeiro, pra comprar gorros e luvas – a guia foi falando informações culturais sobre as lojas, foi ótimo! kkkk Depois foi a vez da cultura mesmo e demos aquele giro básico Palácio de Buckingham, alguns parques, Big Ben, Abadia de Westminster e afins. Não canso de olhar esses pontos turísticos, é tudo lindo e os britânicos preservam a tradição de um jeito que deixa o turismo muito mais especial! Tudo é detalhe por lá, demais!

Depois de andar horrores, já estava varada de fome! Paramos no The Wolseley – restô que fica em um prédio lindo dos anos 20 – para um late lunch (chegamos umas 14:45h e quase que perdíamos o almoço, porque a partir das 15h já começa o menu do chá e o lugar looota de londrinos!) e comemos suuuuper bem! Delicioso o filé com fritas (claro que eu faminta pediria isso! kkk), até a salada que acompanha é suculenta. De sobremesa, fui de crumble de maçã com rhubarb, maravilhoso! #recomendo

De lá fui direto para um compromisso do blog, o press day da marca londrina Joseph. Vi de perto a coleção de inverno/2013, cheia de looks em P&B, cores fortes como pink e laranja, camisas, calças de alfaiataria e casacos INCRÍVEIS com detalhes em couro. Babei! Fiz uma comprinha na multimarca da Joseph (que vende, além da marca própria, labels como Stella McCartney, Valentino, Isabel Marant, uma super seleção!) e voltamos pro hotel, onde iria rolar a programação da noite.

Começamos com uma degustação de Gin no bar do Intercontinental e depois seguimos pro jantar, no restaurante italiano do Theo Randall, chef super star londrino da mesma geração do Jamie Oliver, que também fica no hotel. Uma pena que, depois de almoçar tarde e comer um monte de canapés no bar, não estavamos com muita fome. Mas Theo foi um fofooo e montou um menu degustação onde provamos um pouco de tudo, sem falar que explicou cada prato pessoalmente e no finzl ainda nos presenteou com um livro autografado, foi mara! Destaque para a entrada de zucchini/abobrinha frita que eu A-M-O, sempre peço quando tem no menu…

  • Post longo hein meninas!? Quis fazer bem detalhado porque pelos comments vi que tem muita leitora indo pra Londres esses dias! Linkei tudo pra que vocês possam ver os endereços/horários de funcionamento nos respectivos sites. A parte2 do diário tem review sobre os estúdios do Harry Potter, musical das Spice Girls e mais!  

 

Tags:


Comenta, fia:53
11 dez

2012

Dicas de L.A por Shea Marie!

por Camila

Fico muuuito feliz quando alguém vem me dizer que seguiu alguma dica que viu no GE e amou. Principalmente quando são recomendações de viagem, muita responsabilidade hein gente? hehe Mas adooro poder ajudar nesses roteiros, até porque quando eu vou viajar pra algum lugar que não conheço, também fico crazy atrás de opções bacanas e diferentes de lojas, restaurantes e passeios legais, pra fazer o mix perfeito do turismo + dicas insider.

Morro de vontade de conhecer L.A (quem sabe em 2013?!), então aproveitei o email que Shea Marie, do Peace Loves Shea, antigo Cheyenne Meets Chanel, me enviou dia desses e pedi pra ela me mandar sua listinha de hotsposts por lá. Conheci a blogueira americana quando ela veio pro Brasil a convite da Schutz, naquele bate papo que mediei, lembram? Uma fofa e super estilosa, ela caprichou no guia! Confiram e salvem o post pra a futura viagem…

BOOTSY BELLOWS: “Com os donos famosos como David Arquette, a Bootsy Bellows é uma das melhores da atualidade, principalmente de você adora uma celebridade! Tem grandes chances de encontrar do Leo DiCaprio e Chase Crawford, principalmente se conseguir entrar na salinha VIP. Mas vá rápido e cheque antes da sua viagem, assim como em NY os nightclubs tem validade por aqui, geralmente 1 ano até o próximo “it local” seja eleito!”

CHATEAU MARMONT: “Pra quem está visitando Hollywood, conhecer o Chateau Marmont é um programa imperdível! O hotel é lindo e tem um bar incrível aberto ao público chamado Bar Marmont. Um lugar fantástico para drinks!”

HOLLYWOOD BOULEVARD: ” De La Brea até Highland. Você vai poder conferir a calçada da fama, o Kodak Theatre (onde acontece o Oscar!!), o Graumans Chinese Theatre (onde acontecem a maioria das grandes premieres), o museu de cera e o famoso Roosevelt Hotel. Turistão e muito bom!”

MULLHOLLAND VIEW POINT: “Melhor lugar pra ter uma vista completa da cidade, de downtown até o letreiro de Hollywood. Perfeito pra fotos incríveis!”

A tal Mullholland view e a vista de Los Angeles!

LITTLE DOOR: “Um dos meus restaurantes favoritos na cidade para jantar. Tem uma iluminação linda com luzes penduradas e lanternas, e uma cozinha francesa maravilhosa. Nos finais de semana eles também têm um artista pintando ao vivo. Muito romântico.”

MULLHOLLAND VIEW POINT: “A taqueria mais bem frequentada da cidade, tacos deliciosos e clientela super estilosa. O de camarão é o meu favorito! YUMMY!”

EVELEIGH: “Em Sunset Blvd, bem no meio do agito! Tem uma vibe rústico chique, decoração em madeira com lareiras de tijolos. Pratos eclético grandes para compartilhar e experimentar coisas novas. O polvo carbonizado é o meu favorito. E as bebidas são surpreendentes.”

IN AND OUT: “Se você nunca foi para o sul da Califórnia, você tem que provar In and Out Burger. É fast food, como nenhum outro que já provou! 5 dólares por um hambúrguer e batatas fritas. Não deixe de comer, vale as calorias…”

ERRATA: Gente, sou cabeção e troquei os títulos! kkk No Eveleigh é Robertson Boulevard e em Robertson Boulevard é Rodeo Dr, claro! kkk DÃ!!!

ROBERTSON BOULEVARD: “É o meu local favorito para compras, a área jovem que tem marcas novas e lojas hypadas. Lá você pode encontrar a Kitson, Intermix, Curve e LF Store.”

RODEO DR: “Para fazer “window shopping” (compras imaginárias) ou de verdade se seu cartão de crédito estiver turbinado! hehe Todos os grandes designers estão na Rodeo: Chanel, Louboutin…

WASTELAND: “Definitivamente o melhor espaço vintage da cidade! A Wasteland é gigante e nela dá pra encontrar muuuuita coisa, as araras estão sempre lotadas. Última vez que fui saí de lá com um Bottega Venetta que comprei por U$200 e uma camisa da Balenciaga por U$75. Esteja pronta pra gastar algumas horas por lá garimpando, vale a pena!”

THE GROVE AND FARMERS MARKET: “O Grove é um shopping muito fofo, me lembra um pouco a Disney! Com um pequeno trem que atravessa o centro e uma fonte enorme que se move com música, também é ligado ao Farmers Market, único mercado ao ar livre da cidade, aberto desde a década de 30. Compras + frutas frescas, ótimo passeio!”

  • Gostaram das dicas?! Se tiverem mais, compartilhem nos comentários! Mal posso esperar pra conhecer L.A!!!!

Tags:


Comenta, fia:14
16 nov

2012

Conhecendo Penedo – RJ!

por Sthefany Passos

Todo feriado que chega fico ansiosa para sair de Recife. Como o namorado mora longe, sempre tentamos pensar em um lugar diferente para passarmos algum tempo juntos e aproveitarmos bastante! No último feriado, decidimos ir para Penedo, uma colônia finlandesa no sul do Rio de Janeiro, um lugar muito fofo que não poderia passar em branco aqui no GE!

Sai daqui de Recife logo cedo e peguei um vôo para o Rio. De lá, fui para a Rodoviária Novo Rio e peguei um ônibus Rio x Penedo. Levei quase um dia inteiro para chegar ao destino final, entre vôos com conexões estranhas e os ônibus de um lugar para o outro (além do engarrafamento pré-feriado), mas a felicidade era tanta para passar alguns dias num lugar que parecia ser o paraíso que eu nem me importei! kkkk

Penedo é uma cidade bem pequena, daquelas que você não precisa de mais de dois dias para conhecer tudo. Me encantei logo de cara com as casinhas em estilo colonial, como se tudo ali estivesse parado no tempo. Apesar de pequeno, acho o destino super válido para quem quer desligar de tudo – até porque o serviço do celular e internet lá não é dos melhores! hehe Eu tinha reservas para a Pousada/Sítio Serenar, mas estava um tanto às cegas: não sabia onde era e tinha pouca noção do lugar (o site deles é bem fraquinho!). Pegamos um táxi no centro e subimos a serra até chegar ao hotel – e a surpresa foi incrível! Um sítio lindo, com vários chalés de tijolos aparentes e sem muito vestígio de tecnologias. Pra mim, o lugar perfeito! Amei o silêncio e a paz do lugar. Os dias por lá se passam ao som da cachoeira que fica próxima, das cigarras e até de uma coruja moradora local (relatos de um taxista contam que ela bate ponto na entrada do sítio todos os dias ao entardecer, é ver para crer), e pela primeira vez na vida vi de perto (assim, na minha janela!) um pica-pau. E não era um desenho animado! (achei pertinente acrescentar isso, afinal cidade grande não nos proporciona momentos como esse. A não ser que você queira ver um tubarão, aí Recife tá aqui pra isso. hehe)

O sítio era um tanto distante do centro, então fizemos uma caminhada (longa e debaixo de uma chuva fininha e constante!) para conhecer um pouco de Penedo. São várias as opções de bares – muitos deles inspirados nos pubs alemães! – e restaurantes. Apesar da especialidade local ser a truta, corremos para A Mineirinha, um restaurante de comida mineira (dã!) incrível (sou suspeita para falar, sangue mineiro corre nas minhas veias e, pra mim, a comida mineira é a melhor do mundo. #prontofalei). Lá você pode optar por pagar R$30 para comer à vontade (à von-ta-de!) ou se servir no quilo mesmo.

Depois do almoço, a pedida é caminhar mais um pouco e visitar uma fábrica de chocolates (lá tem várias!), que serve diferentes tipos da especiaria – com morango, damasco, castanha, nozes, meio amargo, amargo, em barra, em formato de flor. Não dá pra sair de lá sem uma das caixas de bombons para dar de presente (a que eu trouxe para casa não durou 5 minutos nas mãos dos meus irmãos, então, se possível, traga mais de uma. hehe). Nas ruas há muitas galerias também, com lojinhas de souvenirs e mais chocolates.

O clima de lá é super agradável, ventinho gostoso e fresco. Tudo bem de interior e charmoso. Quem estiver de passagem pelo Rio de Janeiro vale a pena desviar um pouco o caminho e dar uma passadinha por lá, vale em família ou a dois. Voltei de lá descansada e com a alma nova!

Tags:


Comenta, fia:7